Cidades

Agentes da SVS fiscalizam supermercados, atacadistas e lotéricas

Ação visa observar se as medidas de segurança e prevenção estão sendo cumpridas nesses estabelecimentos.

Compartilhe:

Uma força-tarefa montada pelo Governo do Amapá está fiscalizando as medidas que estão sendo adotadas por supermercados, atacadistas, bancos e casas lotéricas para evitar a aglomeração de pessoas dentro e fora dos estabelecimentos.

A equipe operacional conta com cerca de 45 agentes da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) que foram orientados neste sábado, 11, sobre as novas medidas de prevenção a COVID-19 adotadas pelo Governo do Amapá, que inclui manter a suspensão por mais 15 dias das atividades não essenciais.

De acordo com o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, coronel Carlos Souza, os agentes terão a missão de cobrar dos estabelecimentos comerciais e financeiros que haja o efetivo controle da entrada de pessoas, limitando o acesso e permanência de pessoas por metro quadrado e, além disso, cobrar medidas que impeçam a aglomeração de pessoas na área externa dos estabelecimentos.

“O objetivo dessa ação é não deixar que as pessoas se aglomerem nesses lugares que estão autorizados à funcionar, por serem considerados serviços essenciais, e desestimular que elas saiam de casa sem necessidade”, explicou o secretário.

Para esse trabalhão de orientação, os agentes de vigilância em saúde terão à disposição cinco viaturas, com a retaguarda de equipes da Polícia Militar do Amapá (PM/AP) que deverão fiscalizar o não cumprimento das recomendações, podendo inclusive realizar o fechamento do estabelecimento que não estiver de acordo com os protocolos.

“Nós estávamos num processo de monitoramento, orientações e protocolos. Entramos agora com essa nova estratégia, que é ter uma efetividade em algumas ações diretas no estado, uma delas é essa  fiscalização permanente”, finalizou Dorinaldo Malafaia, superintendente da SVS.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *