Cidades

Amapá Cacau: Governo incentiva produção cacaueira com plantio de mudas para pequenos produtores

Técnicos da SDR trabalham na germinação de sementes que serão repassadas para os agricultores em março de 2022.

Compartilhe:
Foto: Weverton Façanha

Técnicos do Governo do Estado trabalham na germinação de 100 mil sementes de cacau nos municípios de Porto Grande e Pedra Branca do Amapari. Em quatro meses, elas se transformarão em mudas que serão entregues para mais de 100 produtores como parte do programa Amapá Cacau, que busca iniciar a cadeia cacaueira no estado.

As sementes foram doadas pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) e pela Federação de Agricultura e Agropecuária do Pará (Faepa); a expectativa é que o estado receba um total de 420 mil sementes. Todo o processo sobre o Programa Amapá Cacau faz parte de um termo de Cooperação Técnica firmado no mês de agosto entre Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e Ceplac/PA.

Para o plantio, os técnicos da SDR montaram um viveiro rústico e o serviço, agora, se concentra em retirar as sementes do fruto e colocá-las na terra com adubo e em sacos, conforme o acondicionamento agrícola. A previsão é que a entrega das mudas aos produtores aconteça em março de 2022.

“Isto é fruto de muito esforço da nossa equipe e de uma excelente parceria que temos com a Faepa. Nosso trabalho, agora, consiste em fazer essas sementes germinarem”, destacou o gestor da SDR, Janner Gazel.

A parceria do Governo do Amapá com a Faepa e Ceplac/PA para o projeto Amapá Cacau já resultou na capacitação de 20 servidores do Estado para a área específica do cultivo do cacau.

O produtor e deputado estadual Jesus Pontes  esteve no local onde estão acontecendo os trabalhos para o andamento dos serviços.

“Observamos que foi feito um grande serviço de gradagem da terra e o sombreamento da área para a germinação das mudas, ou seja, existe um esforço de todos junto a comunidade para que o programa Amapá Cacau seja uma realidade no estado”, frisou.

Todo projeto é acompanhado por técnicos da SDR e Rurap.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *