Cidades

Amapá recebe a maior remessa de doses de vacinas contra covid-19 desde o início da pandemia

São 52.440 doses de esperança. Com esse quantitativo o Amapá avança mais rápido na vacinação dos ribeirinhos, profissionais da educação, forças de segurança e portadores de comorbidades e deficiência.

Compartilhe:
Nesta quarta-feira, 9, o Governo do Estado do Amapá recebeu a maior remessa já enviada pelo Ministério da Saúde de vacinas contra covid-19. São 44.250 doses da Astrazeneca e 8.190 doses da Pfizer. Neste lote foi atendido o pedido do governador Waldez Góes ao Plano Nacional de Imunização (PNI) de 29.330 doses extras para ribeirinhos.

Por orientação do Ministério da Saúde (MS) e do Governo do Estado, as vacinas serão destinadas para as forças de segurança, salvamento e trabalhadores da educação, trabalhadores do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade, trabalhadores do transporte aéreo, moradores de rua, ribeirinhos e pessoas com comorbidades.

A Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) montou esquema de distribuição para todos os municípios e terá apoio das forças de segurança que garantirão o trajeto. A entrega das vacinas em todos os municípios deve ser concluída até o fim da semana.

 

Distribuição da Pfizer

Seguindo a Resolução nº 2124 do MS, do dia 27 de maio, a vacina da Pfizer será distribuída para todos os municípios em função da ampliação do período de armazenamento de 5 dias para 31 dias à temperatura de 2° à 8°C, o que proporciona facilidades logísticas à rede de frio nos municípios, que estão estruturadas para o recebimento deste imunizante nestas condições.

O governador Waldez Góes acompanhou presencialmente a entrega das vacinas, no dia Nacional de Imunização.

“Hoje recebemos o maior lote de vacinas contra covid-19, o que vai nos permitir avançar cada vez mais na imunização de nossa gente. Nesta remessa estão as doses extras que solicitei junto ao Plano Nacional de Imunização para atender os ribeirinhos, o restante seguirá sendo usado para vacinar os demais grupos prioritários”, completou o governador.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *