Cidades

CEA inicia substituição gratuita de padrões de medição de energia

Para o cliente, o padrão individual convencional têm vários benefícios

Compartilhe:

Popularmente conhecidos como “olhão”, os padrões de medição instalados em postes começaram a ser substituídos nesta quinta-feira (13) . A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) informou que nesta primeira etapa do projeto 9 mil imóveis serão beneficiados.

Em 2015, a CEA deixou de adotar a Caixa Padrão em Rede(CPRede), pois o popular “olhão” se tornou uma tecnologia obsoleta. Em Macapá, 18 mil imóveis têm padrões de medição instalados em postes, o plano da Companhia é substituir todos esses modelos em até dois anos. O serviço de substituição inicia pelos bairros: Centro, Santa Rita, Laguinho, Jesus de Nazaré, Trem, Pacoval e Cabralzinho

A CEA irá custear integralmente a instalação dos novos equipamentos. A transferência da caixa de medição será feita em todos os imóveis com padrão em poste, por isso não é necessário que o cliente solicite o serviço. O procedimento será totalmente gratuito, e envolve os seguintes ações: a instalação da nova caixa padrão na área externa do imóvel e a instalação de medidor eletrônico com tecnologia mais moderna e mais resistente à variações climáticas.

Para o cliente, o padrão individual convencional têm vários benefícios, com destaque para o maior controle no acompanhamento do consumo de energia no imóvel, além da maior facilidade de leitura, o que reduz a possibilidade de erros. Os novos padrões são utilizados pelas maiores concessionarias brasileiras de energia.

 

Equipe
A CEA contratou o Grupo Força realizar os serviços de substituição dos padrões. Os técnicos habilitados pela Companhia, estarão munidos de crachá, documento oficial com foto, e utilizando uniforme (anti-chamas), além dos equipamentos de proteção individual:capacete, botas, cintos e luvas. Caso o cliente precise solicitar informação ou confirmar dados de funcionários a serviço da CEA, é só ligar para a Central 116.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *