Última hora Polícia Política Cidades Esporte

Publicidade
Cidades

Com crescente de casos de covid, SVS/AP intensifica cobertura vacinal nas ruas

A maioria dos infectados é formada por pessoas que não tomaram nenhuma dose da vacina contra a Covid. Por isso, a SVS e a Organização Pan-Americana (OPAS) iniciaram mais uma varredura vacinal nas ruas.


Railana Pantoja
Da Redação

 

Nos últimos 15 dias, o Amapá tem registrado aumento de casos de covid-19, principalmente na capital. Segundo a Superintendência de Vigilância em Saúde do Amapá (SVS/AP), os casos estão aumentando de forma gradativa.

“Mudou o cenário epidemiológico nas últimas duas semanas. É um crescimento leve e consecutivo, mas, isso nos deixa atentos. Em alguns municípios estamos percebendo o retorno da covid em locais específicos que formam pequenos conglomerados. A gente recebe essas informações e começa a ter uma preocupação grande, por isso ressaltamos a importância de se vacinar”, disse o superintendente de Vigilância em Saúde do Amapá, Dorinaldo Malafaia.

Segundo Dorinaldo, a maioria dos infectados é formada por pessoas que não tomaram nenhuma dose da vacina contra a Covid. Por isso, a SVS e a Organização Pan-Americana (OPAS) iniciaram nesta quinta (2) mais uma varredura vacinal nas ruas.

“Ainda temos 177 mil pessoas que não se vacinaram com nenhuma dose, são essas pessoas que representam um risco grande. Além disso, muitos que tomaram a 1ª dose não retornam para receber a 2ª. Estamos com essa varredura vacinal junto à OPAS para elevar o índice de vacinados”, finalizou o superintendente.

A varredura vacinal segue até 12 de dezembro nos municípios de Macapá, Porto Grande, Calçoene e Tartarugalzinho. A ação ocorre de casa em casa, com equipes do governo e da Opas devidamente identificadas, ofertando as vacinas contra Covid, Influenza e Sarampo. Todas as pessoas aptas a receberem as doses de cada vacina poderão ser imunizadas.


Comente