Cidades

Comunicado do Sistema Diário de Comunicação

Como já fez com tantas outras vidas, a Covid agora tirou de nós, aqui do nosso convívio da Rádio Diário FM e Jornal Diário do Amapá, não apenas um colega de trabalho, mas um irmão querido, queridíssimo.

Compartilhe:

Ubiratan dos Santos Matias, ou simplesmente Bira, como seus amigos e familiares carinhosamente o chamavam, menos de uma semana doente, mas internado na sexta-feira, 10, no Centro Covid Santana, infelizmente, parou de respirar às 3 horas da tarde de hoje (domingo).

Para sempre, aos 68 anos anos de idade.

Comunicar a morte de um amigo querido dói no coração e fere a alma, profundamente.

Como já fez com tantas outras vidas, a Covid agora tirou de nós, aqui do nosso convívio da Rádio Diário FM e Jornal Diário do Amapá, não apenas um colega de trabalho, mas um irmão querido, queridíssimo.

Amigo, ainda não acreditamos que hoje vestimos o luto na alma e nas roupas por você…
Logo você…
Pior: nosso coração chora ainda mais, bem mais, ao pensar que jamais vamos voltar a te ver…
Sempre alegre…
Festivo, inclusive, quando tinha que se orgulhar do Flamengo, o seu time do coração.

Por que, Bira?
Por que você teve que partir antes de nós, seus colegas da rádio do jornal…

De mim, seu amigo desde garoto, alí, da praça da Conceição, onde batíamos a nossa bola quase todo santo dia, e nos fins de semana também.

Eu e você convivemos como ‘peladeiros’ no futebol, trabalhamos juntos na TV Amapá, fomos juntos para o jornal Diário do Amapá, juntamos esforços para levar ao ar a Rádio Diário FM e fazer circular a Revista Diário.
Enfim, fizemos tanta coisa boa juntos…

E agora?
Por que você resolve partir antes de nós?
Por quê?

Sei que jamais vamos voltar a vê-lo, mas tenha certeza que você nos deixa lindas e preciosas lembranças que juntos construímos.
Lembranças que ficarão eternamente grudadas no melhor cantinho do nosso coração.

Até sempre, amigo!
Esteja você onde estiver, e vá eu, no pessoal, seu amigo, para onde for, jamais o vou esquecer, jamais nós, aqui da Diário FM e Jornal Diário do Amapá, passaremos um dia sem que lembremos de você e da nossa amizade.

Infelizmente pessoas amigas e queridas, como você, querido!, também adoecem e morrem.
Mas, pessoa como você, Bira, não se esquece. Guarda-se no fundo do coração.
Adeus, amigo!

Luiz Melo

 

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *