Cidades

Conselho Superior diz que Unifap vai sofrer cortes de R$9 milhões para custeio e de R$32 milhões para investimentos 

A informação veio acompanhada de manifestação de repúdio à política sucessiva de cortes no orçamento da educação pública brasileira.

Compartilhe:

O Conselho Superior da Universidade Federal do Amapá (CONSU) tornou público nesta quarta-feira (15) que a Unifap terá cortes de R$9.693.809,00 para custeio e de R$32.736.209,00 para investimentos.

De acordo com o conselho superior, entidade máxima deliberativa da Universidade Federal do Amapá, em uma instituição socialmente referenciada e operada por pessoas e organismos que deveriam primar pela educação como bem público, deve ser visto com preocupação o comportamento do governo federal, do Ministério da Educação (MEC) e seus agentes.

“Igualmente preocupantes são as perspectivas em relação à Ciência, Tecnologia e às áreas de investigação como as Humanidades e a diversidade da qual é composta a sociedade brasileira. Infelizmente uma política de governo que enxerga na disputa ideológica seu inimigo máximo, em um país com quase 14 milhões de desempregados”, diz trecho da manifestação do conselho.

Para o Consu, os cortes impostos pelo atual governo colocam a universidade em condições extremamente
preocupantes, atingindo diretamente a economia local e também a manutenção e funcionamento da instituição, comprometendo contratos de segurança, limpeza, energia elétrica e bolsas diversas.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *