Cidades

COVID-19: Santana registra dois casos positivos e uma morte em investigação epidemiológica

Pacientes são duas mulheres, de 34 anos e 37 anos. Uma delas faleceu e o caso está em investigação para confirmação se a causa foi Coronavirus.

Compartilhe:
O Amapá registrou na noite de sábado, 4, mais dois casos confirmados do novo coronavirus. Ambos foram notificados em Santana, são os primeiros do município. As pacientes são do sexo feminino com idades de 34 e 37 anos.
A paciente de 34 anos, enquadrada no grupo de risco, com histórico de obesidade e hipertensão deu entrada no Hospital de Emergência de Santana no dia 31 de março com quadro de infecção na região abdominal. Por também apresentar dificuldade respiratória a paciente passou a ser investigada como possível caso de covid-19. Em unidade de isolamento de UTI a paciente foi a óbito na madrugada do dia 3 de abril. O caso será notificado ao Ministério da Saúde como óbito em investigação epidemiológica em decorrência do novo coronavírus para análise e posterior alteração da causa morte na certidão de óbito.
No outro caso, a paciente está sob monitoramento, apresenta sintomas leves da doença, o quadro é considerado estável e segue em isolamento familiar. Ela relatou não ter histórico de viagem durante período de risco de contágio.
Agora o Amapá apresenta 31 casos confirmados, 289 descartados e 540 suspeitos em investigação.
Do número total de confirmados, 4 foram curados, 7 estão em isolamento hospitalar, 18 em isolamento familiar, 1 óbito (Macapá) e 1 óbito em investigação epidemiológica (Santana).
Além da capital e do município de Santana, na região metropolitana, um caso foi confirmado em Oiapoque, no norte do estado, fronteira com a Guiana Francesa.
Por município, os números de casos suspeitos, são:
• Macapá: 440
• Santana: 67
• Calçoene: 06
• Ferreira Gomes: 01
• Laranjal do Jari: 02
• Oiapoque: 13
• Pedra Branca do Amapari: 02
• Porto Grande: 06
• Tartarugalzinho: 02
• Vitória do Jari: 01
Os dados são do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL/AP) e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), que auxiliam o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COESP) – dispositivo criado pelo Governo do Amapá para gerenciar a crise de COVID-19 no estado.
 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *