Última hora Polícia Política Cidades Esporte

Publicidade
Cidades

CTMac dá prazo final para frota de ônibus estar 100% adaptada

Ficou definido, durante reunião, que as empresas têm até o dia 2 de março para a regularização da acessibilidade de todos os veículos utilizados na capital



Após receber várias denúncias e reclamações dos usuários do transporte público da capital, a Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) realizou reunião com os representantes das empresas responsáveis pelo serviço para apresentar as reclamações e cobrar as soluções cabíveis. Representantes das empresas Sião Thur, União Macapá e Expresso Marco Zero compareceram ao encontro. As empresas Capital Morena e Amazontur serão notificadas por não terem enviado representantes, mas receberão relatório sobre as demandas que deverão ser cumpridas.

Ficou definido que as empresas têm até o fim de fevereiro para a regularização de todos os veículos utilizados. A partir do dia 2 de março, será retomada a Operação Garagem com o intuito de fiscalizar os elevadores de acessibilidade, estado físico dos veículos, limpeza interna e catraca. As demais fiscalizações sobre o cumprimento do quadro de horários, itinerários, atendimento a idosos e deficientes também serão realizadas.

Outro ponto levantado, e muito cobrado pelos usuários, diz respeito ao cumprimento do quadro de horários e itinerários. A partir de agora, quando algum veículo quebrar e parar de atender à população, a empresa tem o prazo máximo de duas horas para repor o ônibus. “Tivemos problemas com as chamadas linhas sociais, que são aquelas que possuem pouca demanda de passageiros, mas que devem existir para atender à população. As empresas não podem mais deixar de atender”, afirmou Eliton Franco, diretor de Transporte da CTMac.

A linha do Coração, que teve o serviço suspenso por parte da empresa responsável, deverá funcionar normalmente a partir da tarde desta segunda-feira. Novas interrupções não serão mais permitidas, o veículo terá apenas duas horas para ser substituído.

Foi definida uma agenda comum de discussões entre CTMac e empresas do transporte público, apontando as responsabilidades e cumprimento de prazos para que a população não saia prejudicada.

Na tarde desta segunda-feira, 9, a CTMac realiza uma visita técnica ao bairro Morada das Palmeiras para verificar o itinerário e horários que o transporte deverá circular pelo local.

“Iremos manter o contato constante com as empresas. A intenção é que, em hipótese alguma, a população fique prejudicada. Se for preciso, as empresas serão notificadas e multadas”, afirmou a diretora-presidente da CTMac, Cristina Baddini.


Comente