Cidades

CTMac e Setap discutem aumento do número diário de passagens para estudantes

Segundo André Lima [CTMac] reivindicação dos beneficiários é justa, porque apenas 4 passagens por dia não atende a necessidade dos alunos, principalmente universitários.

Compartilhe:

Em resposta às reivindicações feita por diversos estudantes na manhã desta segunda-feira (24) no programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90,9), o diretor-presidente da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac), André Lima, afirmou que está fazendo gestões junto ao Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Amapá (Setap) para que seja ampliado o número de passagens utilizadas pelos estudantes durante o dia.

 

De acordo com André Lima, a reivindicação é justa, porque as atividades dos alunos não se restringem apenas ao ambiente escolar, ante a necessidade de atividades extra-classe como pesquisas em bibliotecas, museus e outros locais, além de estágios.

 

“Nós já conversamos com o Setap e há dificuldades para aumentar o número de passes livres por mês, porque isso implicaria no aumento do preço da tarifa. Mas, estamos discutindo a possibilidade de liberação do quantitativo de passagens por dia [de 4 para 6] aos alunos dos níveis Fundamental e Médio e 8 para os estudantes universitários, porque afinal os passes livres são deles, e eles podem utilizar do jeito que acharem conveniente, desde que, claro, não ultrapasse o limite do mês. Entendemos que é uma reivindicação justa porque as atividades deles não se restringem apenas ao ambiente escolar, havendo também atividades em outros locais, como bibliotecas, museus e até mesmo estágios”, destacou.

 

Consultado por telefone, o diretor de bilhetagem do Setap, Arthur Sotão, que está em viagem, afirmou que esse debate está sendo realizado no Conselho Municipal de Transportes, e que aguarda a proposta da CTMac para o caso, incluindo sobre isso, a planilha e impactos na tarifa, no caso da ampliação do número de passes.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *