Cidades

Desfile Cívico Estudantil acontece nos dias 11 e 13 de setembro

Mais de 2 mil estudantes de 47 escolas participam, neste ano, do desfile na zona norte, nesta terça-feira, 11, na Rodovia do Curiaú, e da zona sul, na quinta-feira, no Sambódromo.

Compartilhe:

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) realiza, nos dias 11 e 13 de setembro, o Desfile Cívico Estudantil 2018, com o tema “Educação para a paz: a gente reconhece, estabelece e faz”. O objetivo é incentivar a cultura da paz por meio de práticas que reforcem o sentimento humanitário e de tolerância, promovendo a conscientização da sociedade e o combate a toda forma de violência, dentro e fora do ambiente escolar.

 

Nesta terça-feira, 11, acontece o desfile na Rodovia do Curiaú, zona norte de Macapá, a partir das 16h. Participam 540 estudantes de 12 escolas. O evento também contará com a apresentação de três bandas marciais das escolas estaduais Nilton Balieiro, Esther da Silva Virgolino, Instituto Federal do Amapá (Ifap) e participação especial da Banda do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP).

 

No dia 13 de setembro, feriado referente à criação do Território Federal do Amapá, será a vez do Desfile Cívico Estudantil da zona sul. Mais de 1.500 estudantes, de 35 escolas, desfilam a partir das 16h, no Sambódromo. As escolas serão divididas em pelotões e o desfile contará com apresentação de seis bandas marciais das escolas estaduais Gonçalves Dias, Nilton Balieiro, Maria Nazaré Ferreira Lima, Tiradentes, Walkíria Lima e Colégio Amapaense, além da participação especial da Banda da Polícia Militar do Amapá (PM/AP).

 

As escolas participantes apresentaram seus projetos, através de edital de chamada pública, realizado em agosto. Os projetos foram analisados pela Comissão Intersetorial do Desfile Cívico.

 

As instituições que tiveram os projetos aprovados receberam aporte financeiro de R$ 1.300, oriundos do Programa Escola Melhor (Proem). O recurso foi destinado ao pagamento de material de consumo, contratação de serviço, locação de transporte e de equipamento.

 

Já as bandas marciais receberam R$ 3 mil para aquisição e locação de baquetas, indumentárias, itens de instrumentos musicais e transporte, também através do Proem.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *