Cidades

Em Macapá, 3 escolas do Município atingem metas previstas para 2021 no Ideb

Para a secretária de Educação, Sandra Casimiro, apesar dos destaques positivos, o trabalho não irá parar, pois a intensão é expandir esse sucesso e alcançar muitas outras escolas

Compartilhe:

 O Ministério da Educação divulgou o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). No levantamento, a Escola Municipal Lúcia Neves Deniur ficou em terceiro lugar como um dos melhores desenvolvimentos do estado entre 2007 e 2017 dos anos iniciais; e a Escola Municipal Hildemar Maia como um dos melhores dos anos finais do ensino fundamental no mesmo período.

 

Além da Lúcia Neves (4.4), as escolas Goiás (5.4) e Hildemar Maia (5.5) tiveram um desempenho de destaque dentre as instituições de ensino do município, ultrapassando em 2017 as metas previstas para serem alcançadas apenas em 2021. No total, sete escolas alcançaram as metas estabelecidas para 2017.

 

Para a secretária de Educação, Sandra Casimiro, apesar dos destaques positivos, o trabalho não irá parar, pois a intensão é expandir esse sucesso e alcançar muitas outras escolas. “Realizamos uma análise minuciosa dos números. Temos hoje as que avançaram, mas não alcançaram a meta prevista. Nosso foco é fazer com que este avanço de excelência se estenda às demais unidades de ensino para os números avançarem mais ainda, pois o objetivo é expandir para toda a rede municipal de educação”, explica.

 

O avanço visto na Escola Lúcia Neves Deniur acontece por conta da expressividade dos números obtidos. Desde 2009, a unidade escolar vem atingindo as metas previstas no Ideb e este ano ultrapassou em quatro décimos a meta prevista para 2021, que é de 4.0.

 

De acordo com os dados disponibilizados pelo MEC, por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), as escolas de maior destaque no Ideb do Amapá em relação aos anos iniciais foram: a Escola Municipal Lúcia Neves Deniur (Macapá), Escola Municipal São Pedro (Pedra Branca do Amapari) e a Escola Estadual São Paulo (Santana). Em relação aos anos finais do fundamental, a Escola Municipal Hildemar Maia (Macapá) e a Escola Municipal Piauí (Santana) foram os destaques do Ideb.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Um comentário em “Em Macapá, 3 escolas do Município atingem metas previstas para 2021 no Ideb”

  • ANTONIO SILVA DOS SANTOS disse:

    A Escola Estadual José Ribamar Teixeira, município de Porto Grande, também teve desempenho notável no IDEB. Mesmo sem prédio e funcionando em condições precárias, o trabalho sério de professores competentes, foi fundamental para alcançar a nota de 5.5, meta para 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *