Cidades

Em Macapá, três UBS’s atuam como porta de entrada para primeiro atendimento a suspeitos de Coronavírus

Todas as 3 unidades estão aptas para o primeiro atendimento e, havendo necessidade, realizar o encaminhamento para a coleta de exame, teste rápido ou regulação para um Centro Covid do estado.

Compartilhe:

Desde que a Prefeitura de Macapá instituiu o Plano Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus, a Secretaria de Saúde definiu as unidades básicas, com funcionamento 24 horas, como referências para o atendimento de pacientes suspeitos. São elas: Lélio Silva, Álvaro Corrêa e Unidade Covid do Santa Inês. Todas as 3 unidades estão aptas para o primeiro atendimento e, havendo necessidade, realizar o encaminhamento para a coleta de exame, teste rápido ou regulação para um Centro Covid do estado.

Estudos indicam que a grande maioria dos casos de Covid-19 é mais leve, e 85% podem ser atendidos nesse nível de atenção básica. A população pode buscar os serviços nas UBS’s quando apresentar os sintomas iniciais do vírus. “Se você sentir febre, tosse, dor de garganta e coriza, procure atendimento médico para receber uma avaliação. Evite se automedicar em casa. Se após o procedimento o profissional entender que o quadro se encaixa em uma suspeita, ele realizará os procedimentos previstos no nosso fluxograma de atendimento adotado pela saúde municipal”, destaca o médico epidemiologista Anderson Walter.

As unidades vocacionadas para atendimento Covid estão com medicamentos, técnicos e exames de RT-PCR, e teste rápido para a população sintomática. Esse serviço funciona 24 horas por dia na UBS Lélio Silva, localizada no bairro Buritizal, na zona sul; UBS Álvaro Corrêa, localizada no bairro São Lázaro, na zona norte, e a unidade Covid, que funciona no Santa Inês. “O importante é que as pessoas mantenham a calma, sigam as recomendações básicas de higiene, como a lavagem de mãos, e, caso tenham tido algum histórico de viagem ou contato com casos confirmados, que procurem o atendimento médico”, conclui o epidemiologista.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *