Cidades

Escola Judicial do Amapá abre inscrições para curso com tema “Improbidade Administrativa”

Com 50 vagas disponíveis, o curso tem como público-alvo magistrados, servidores e estagiários do Poder Judiciário amapaense.

Compartilhe:

Com a temática “Improbidade Administrativa”, a Escola Judicial do Amapá realizará o seu primeiro curso em EaD (Educação à Distância), no período de 10 a 31 de setembro. Na modalidade online, o curso é uma parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e capacita o participante a entender sobre um tema tão debatido na atualidade. As inscrições podem ser feitas através do site da Escola Judicial do Amapá ou pelo SIG.

 

De acordo com a secretária-executiva da Escola Judicial do Amapá, Alessandra Gusmão, a adoção do novo modelo de ensino pela EJAP segue o padrão da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados – ENFAM, órgão oficial de treinamento de juízes brasileiros, vinculada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

 

“O modelo de Educação à Distância é uma grande novidade para esse segundo semestre, por ser uma grande tendência de ensino, nós precisávamos nos adequar a esse padrão exigido pela ENFAM e facilitar ainda mais o acesso aos cursos promovidos pela nossa escola”, ressaltou Alessandra.

 

No curso preparado pelo CNJ, com carga horária de 20 horas, serão abordados os conceitos de Improbidade Administrativa, Atos de Improbidade Administrativa, Sanções, Procedimentos Administrativos e Processo Judicial.

 

Com 50 vagas disponíveis, o curso tem como público-alvo magistrados, servidores e estagiários do Poder Judiciário amapaense. O curso online é auto-instrucional, ou seja, não existe a figura de um tutor para dar acompanhamento ao curso.

 

Conforme explica Marcos Mendes, gestor de Educação à Distância, os cursos online serão oportunidades para magistrados, servidores e estagiários poderem se atualizar a qualquer tempo. ​ ​O curso é desenvolvido na Plataforma Moodle, possibilitando ao participante acompanhar o curso por computadores, notebooks ou aplicativo de celular.

 

“A principal vantagem é que dentro de um cronograma de estudos, você permite ao participante do curso administrar o próprio tempo, assim atendemos a necessidade de capacitação dos magistrados e servidores sem que seja necessário o deslocamento até a escola, possibilitando ao cursista acompanhar até mesmo de casa os conteúdos”, destacou Marcos.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *