Cidades

Escolas particulares se preparam para retorno presencial

Ensino híbrido, revezando aulas presenciais e onlines, é a aposta das escolas para um ano letivo produtivo em 2021.

Compartilhe:

Railana Pantoja
Da Redação

Após a Prefeitura de Macapá autorizar o retorno das aulas presenciais, as escolas particulares estão se preparando para desenvolverem suas atividades em um “novo normal”. De acordo com Estephane Campos, diretora-adjunta de um colégio particular na zona oeste da capital, a escola retornará com o modelo híbrido e todos os ambientes estão sendo preparados para dar segurança sanitária aos alunos que optarem por aulas presenciais.

“Estaremos trabalhando o método de ensino híbrido, alguns alunos ficarão acompanhando através da nossa plataforma, que já vínhamos trabalhando ao longo do ano passado, e agora de forma presencial. Estamos colocando computadores e webcam nas salas de aula, para que todos assistam de forma presencial ou em casa. Para não haver aglomeração, a gente vai trabalhar com o sistema de rodízio. Por exemplo: de 20 alunos de uma sala, 10 viriam num dia e os outros 10 no dia seguinte”, explicou Estephane Campos.

Além do planejamento pedagógico, existe também um cuidado sanitário, e por isso alguns itens de higiene constante são ofertados para os estudantes.


“Fizemos todo um investimento em tapetes sanitizantes, termômetros, álcool e limpeza. Na sexta-feira, por exemplo, será um dia em que todo mundo vai ficar 100% online, justamente pra gente fazer a sanitarização e higienização. Também estamos instalando álcool nas salas”, complementou.

O uso de máscaras é obrigatório no ambiente educacional, e caso o aluno não leve ou esqueça, a escola estará disponibilizando mascara descartável.

“É uma forma de continuar nosso ensino e não deixar o aluno desamparado. Dessa forma o aluno fica emocionalmente melhor, visto que ele vai ter contato com o professor, terá um dia para ver os colegas, dividir suas experiências; então, é muito importante esse olhar. Inclusive, estaremos disponibilizando uma psicóloga para atender duas vezes na semana”, finalizou Estephane Campos.

 

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *