Cidades

Esgoto a céu aberto na Igreja Universal é alvo de protestos no bairro Buritizal

Moradora reclama de omissão da igreja e dos órgãos responsáveis, entre eles Caesa e SVS que, acionados há cerca de seis meses ainda não resolveram o problema.

Compartilhe:

Uma equipe de reportagem do programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90,9) comandada pelo repórter Rodrigo Silva esteve na manhã desta quinta-feira (16) na Avenida Acelino de Leão, no bairro Buritizal, em uma residência localizada nos fundos do templo da Igreja Universal, localizado na Rua Santos Dumont. Vizinhos do templo reclamam da existência de um esgoto a céu aberto dentro do espaço da igreja, que apesar de constantes reclamações, absolutamente nada faz para resolver o problema.

 

“É um absurdo o que está acontecendo aqui! Faz mais de seis meses que estamos reclamando com a Igreja, já falamos com o Bispo, e ele só diz que está aguardando ‘demanda’ de Brasília, isto é, dinheiro, dinheiro esse que nunca chega. Também já reclamamos na Caesa (Companhia de Água e Esgoto do Amapá) e na SVS (Superintendência de Vigilância Sanitária), mas eles não mandam a fiscalização no local, apesar dos sérios riscos que todos nós, que moramos no entorno, estamos expostos, por causa de doenças como dengue, chikungunya e tantas outras causadas por mosquitos, que tomaram conta do lugar”, reclamou dona Rosana Valente, que mora em uma casa próxima.

–  Mano fui à igreja, o responsável pastor Idaliel não estava e só ele pode falar sobre o assunto.

 

No momento da reportagem, o pastor responsável não se encontrava na igreja. Mas funvionários disseram que a mesma está passando por alguns reparos no forro e na cozinha e assim que terminar vão resolver problema que vem incomadando a vizinhança.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *