Cidades

Estado incentiva tradição pela festividade em honra ao padroeiro São José

Simbologia do santo tem tanta importância para os amapaenses, que inspirou compositores e batizou uma das principais fortificações do Brasil, erguida em Macapá.

Compartilhe:
O Governo do Amapá incentiva toda e qualquer manifestação cultural e religiosa como forma de manter a tradição dos amapaenses. E no Dia de São José, feriado estadual comemorado em 19 de março, foi o ponto alto da programação organizada pela Diocese de Macapá. Logo cedo, às 7h30, foi celebrada uma missa na Catedral de São José, no centro da capital, em homenagem ao santo padroeiro do Estado, da cidade de Macapá e dos artesãos.

A missa levou centenas de fieis à Catedral. Entre os participantes, servidores e gestores públicos. O governador Waldez Góes, que sempre faz questão de participar e incentivar o simbolismo religioso no Estado, cumpre agenda fora da capital, assim como o vice Jaime Nunes. E quem representou o vice no evento, foi a esposa Carmem Vasques, pedindo ao santo, a proteção das famílias amapaenses.

“É uma satisfação participar das festividades do padroeiro do Estado e dos artesãos. Pedimos que São José abençoe o povo amapaense com muitas oportunidades de trabalho”, declarou Carmem Vasques.

Em 2019, a festividade traz como tema “São José, guarda os filhos da Amazônia como guardastes Jesus e Maria” e o lema: “O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no jardim do Éden, para o cultivar e guardar” (Gn. 2.15).

A missa solene foi conduzida pelo bispo Dom Pedro José Conti. Na homilia, o líder religioso falou que é necessário aprender com São José, a ter um coração de discípulo e andar nos passos de Cristo. “Propagar o evangelho que salva é nossa missão, como nos alertou Jesus: de graça recebemos e de graça devemos levar o evangelho à toda criatura”, disse o bispo.

Após a celebração, os fiéis seguiram a tradicional procissão da imagem de São José, com o percurso pela Rua: General Rondon, Avenida: Mãe Luzia, Rua: Leopoldo Machado até a chegada na Paróquia Jesus de Nazaré. Todo o trajeto foi marcado por muita emoção, devoção dos fiéis e gratidão ao santo pelas graças alcançadas. Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP) e da Polícia Militar (PM/AP) acompanharam todo o percurso.

A esteticista Dielle Vilhena, 36 anos, foi uma das devotas que agradeceu por bênçãos alcançadas. Com pés descalços e de mãos dadas com o marido Luís Ricardo, carregou consigo uma pequena réplica de uma casa. “Vim em especial agradecer pela total recuperação de uma cirurgia que meu marido fez. E também estamos pedindo a tão sonhada casa própria da nossa família”, revela.

A programação da festividade a São José se dará durante todo o dia, com a Festa dos Devotos, sorteio de brindes, leilões, vendas de comidas típicas, almoço e show com os artistas locais, na Paróquia Jesus de Nazaré. E encerra às 19h quando a imagem do santo retorna em carreata à Catedral de São José e celebração de uma missa pelo padre Rafael Donneschi.

 

Simbolismo

A simbologia de São José tem tanta importância para os amapaenses que até o Museu Fortaleza, leva o nome do santo. Aliás, a data de aniversário do histórico monumento construído pelos portugueses no século 18, é comemorada, também no dia 19 de março. E em 2019, a Fortaleza de São José de Macapá completa 237 anos. A data comemorativa do padroeiro e do Museu, sempre ganha atenção especial do Governo do Amapá, seja com apoio logístico para a realização da festividade ou com programações culturais que mantém o simbolismo da cultura local.

Na frente da cidade, existe uma escultura dele na famosa pedra do guindaste, no Rio Amazonas. A presença da imagem lá, inclusive, inspirou compositores locais como os da Banda Placa em letras que declaram seu amor pela cidade de Macapá ou que retratam a cultura local: “Na pedra encantada meu São José / Abençoa quem parte e quem chega”. Ou ainda, “Pedra do Rio” de Osmar Júnior: “Meu São José da Beira-Mar / Protegei Meu Macapá…Nos dê a fé”.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *