Cidades

Estudante de Fazendinha vence concurso de redação do Procon-AP

Ranara Lorrane Tenório Ribeiro é aluna da E.E José do Patrocínio

Compartilhe:

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon/AP) entregou nesta quarta-feira, 11, as premiações aos vencedores do ll Concurso de Redação Educação para o Consumo que teve o tema “Somos Todos Consumidores”. Realizado em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seed), o evento foi destinado para alunos do 8º ao 9º ano do ensino fundamental ll da rede estadual e contou com a participação de 30 escolas previamente selecionadas nos municípios de Macapá, Santana, Porto Grande e Mazagão. A cerimônia ocorreu no auditório da Ordem dos Advogados.

A primeira colocada é de uma escola de Fazendinha, em Macapá; a segunda, de uma escola do distrito do Carvão, em Mazagão, e a terceira de uma escola da Ilha de Santana, no município de Santana. Presente na premiação, o vice-governador Jaime Nunes reforçou a importância de estimular os estudantes a compreenderem as leis que regem as boas relações de consumo. “É louvável esse tipo de ação, pois incentiva os alunos a compreenderem não apenas os seus direitos e deveres como consumidores, mas também dos fornecedores. Caso um dia venham se tornar empreendedores, já saberão como garantir esses direitos”, considerou.

A vencedora foi a aluna da Escola Estadual José do Patrocínio, de Fazendinha, Ranara Tenório, 13 anos, e que pela primeira vez participou de um concurso de redação. A ideia para desenvolver o texto foi focada em cenas que ela costuma visualizar às margens do Rio Amazonas. “Moro em frente ao Rio Amazonas e vejo a quantidade de lixo, produtos que são consumidos e em seguida lançados na água. Todos temos que ter consciência de que isso causa um grande dano ao meio ambiente”, destacou a estudante.

Responsável pela orientação de Ranara, a professora de Língua Portuguesa Josiane Ferreira, ressaltou que o concurso é importante para que se trabalhe a cidadania na escola, a reflexão do comportamento enquanto cidadão na sociedade. Ela disse que buscou trabalhar no tema, não só os direitos dos consumidores, mas também a importância de ser um consumidor consciente. E destacou que a vitória da aluna coroou o grande desafio, que foi trabalhar a técnica de redação dissertativo-argumentativo, exigida pelo concurso, com os alunos que participaram do certame.
“Este foi um grande desafio por causa dos parâmetros curriculares para o nível escolar onde está se trabalhando com crônicas e contos. Tenho que destacar o esforço da aluna em que foi primordial. Ela mereceu por ter se dedicado e com certeza essa vitória vai servir de exemplo para os demais colegas da escola”, comemorou a professora.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *