Cidades

Fiscalização do Imap apreende 600 kg de peixes após denúncia anônima

Entre as espécies encontradas, algumas estão no período de Piracema.

Compartilhe:
A equipe de fiscalização do Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) apreendeu 600 quilos de peixes na madrugada desta quarta-feira, 17. A ação ocorreu após uma denúncia anônima, do município de Santana, sobre transporte ilegal de peixes. Entre as espécies encontradas, algumas estão no período de Piracema.
 
Segundo o diretor interino do Imap, Josiel Lima, os fiscais foram para Santana investigar as informações e encontraram seis caixas de isopor com 100 quilos de peixes em cada uma.
 
“Os peixes estavam sendo transportados, clandestinamente, por um navio de passageiros que chegou de Santarém, Estado do Pará. O proprietário do navio informou que não tinha conhecimento do conteúdo que estava sendo transportado. A fiscalização aguardou o proprietário da carga para ser autuado, mas ele não apareceu ao local.”
 
O produto apreendido foi encaminhado para a coordenadoria de fiscalização do Instituto de Meio Ambiente e distribuído para instituições não governamentais. “O Intitulo Joel Magalhães (Ijoma), associações e igrejas cadastradas no Imap estão recebendo os alimentos que estão aptos para o consumo.” Completou Josiel Lima.
 
O instituto vai investigar a origem do produto para tomar as medidas necessárias. Durante o período de piracema, o Imap fiscaliza ostensivamente o Porto de Santana e Macapá e conta com a ajuda de denúncias da população, devido à proibição da pesca nessa época.
 
Piracema
Piracema é o período de desova dos peixes, para reprodução – acontece entre os meses de outubro e março – e a pesca durante esse período é crime. Quem cometer este ato e for flagrado poderá pagar multa, ou até ser preso.
 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *