Cidades

Governo amplia em 50% o número de leitos clínicos para internação pediátrico no Hospital de Santana

A ala de atendimento às crianças que necessitam de internação conta com cinco enfermarias e passou de 20 para 30 leitos.

Compartilhe:
O Governo do Estado ampliou em 50% o número de leitos clínicos pediátrico do Hospital Estadual de Santana (HES). Com isso, a ala de atendimento às crianças que necessitam de internação passou de 20 para 30 leitos, na unidade que é referência no atendimento de média e alta complexidade no município.

Para a ampliação foi realizada uma revitalização na antiga área, com manutenção da rede elétrica e hidráulica, pintura das paredes, portas e janelas, manutenção e/ou troca das centrais de ar e substituição do revestimento e louças sanitárias dos banheiros das enfermarias e do repouso médico. As camas hospitalares das enfermarias são todas novas e elétricas.

A estrutura reformada passou a contar com cinco enfermarias que totalizam 30 leitos, sendo uma enfermaria exclusiva para o isolamento respiratório de crianças acometidas por doenças como sarampo, varicela, meningite, entre outros agravos.

Silmara Laiane está acompanhando o sobrinho de 4 anos internado e aprovou o novo espaço.

“Eu conhecia como era antes. E gostei muito do que vi agora. Está bem organizado e novinho”, disse.

Ainda está em fase final de acabamento a área para o atendimento de emergência pediátrica e a sala de observação 24h com poltronas. O local ainda vai contar com uma brinquedoteca para o atendimento mais humanizado para quebrar o estresse da internação hospitalar, que pode acelerar o tratamento.

“Esta é uma frente de trabalho que trouxe uma importante mudança na estrutura para a unidade. Outras ainda vão acontecer para adequar o espaço às necessidades de funcionamento e com isso melhorar ainda mais o atendimento à nossa população”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Juan Mendes, se referindo ao plano de obras do Hospital Estadual de Santana.

Com a finalização dos serviços de manutenção predial na ala pediátrica, a direção do HES já iniciou a desocupação da internação de crianças, que haviam sido transferidas para o Centro Especializado em Reabilitação Mário Dias Tavares, da prefeitura de Santana, após o incidente de princípio de incêndio, ocorrido em 27 de agosto.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *