Cidades

Governo comemora feriado de Cabralzinho com entrega de escola na cidade de Amapá

Terra de Cabralzinho será homenageada na próxima terça-feira, 15, dia do maior herói do Estado.

Compartilhe:

O governo preparou uma programação festiva e uma agenda política especial, a serem executadas na próxima terça-feira, 15, para o município de Amapá, em homenagem ao feriado de Cabralzinho, personagem histórico considerado o maior herói do Estado.

 

O evento, organizado em parceria com a prefeitura da cidade, inclui apresentações culturais e shows musicais, com apoio e incentivo financeiro da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

 

Na agenda institucional, o ponto alto da programação é a entrega da Escola Estadual Maria do Céu, cuja cerimônia está prevista para as 10h. O empreendimento teve início em dezembro de 2016, com recursos do governo do Estado. Mais de R$ 2,5 milhões foram investidos para a realização dos serviços no estabelecimento de ensino.

 

“A obra da Maria do Céu foi um compromisso que assumi com a cidade de Amapá. Com a entrega, vamos avançar na educação no município. Ano passado, inaugurei a Praça Cabralzinho, que consolida a memória histórica não somente do Estado, mas do povo do Estado do Amapá”, relembra o governador Waldez Góes.

 

Polo universitário
Uma equipe técnica do governo vai inspecionar as obras do Polo Universitário sediado na cidade. A estrutura vai atender quatro cidades do norte do Estado. Além da terra de Cabralzinho, Pracuúba, Tartarugalzinho e Calçoene, perímetro conhecido como Região dos Lagos, serão beneficiados com os cursos de matemática e engenharia agronômica, da Universidade do Estado do Amapá (Ueap).

 

Um ano atrás, no aniversário de 116 anos do município de Amapá, foi oficializado o Termo de Cooperação Técnica (TCT), que possibilita a implantação do polo na Escola Estadual Vidal de Negreiros.

 

A estrutura do polo na Vidal Negreiros prevê laboratório de informática, de matemática, setor administrativo e salas de aula. Para isso, o governo do Estado vai aumentar a capacidade da rede elétrica para permitir a climatização de toda a escola. Os investimentos são da ordem de R$ 280 mil.

 

Outros R$ 220 mil serão aplicados na troca de telhado, forro, substituição de portas e janelas. A escola também receberá mobília e equipamentos novos. O Estado vai investir mais de 500 mil nessas aquisições.

 

Dia de Cabralzinho
A lei que torna o 15 de maio feriado estadual, Dia de Cabralzinho, foi sancionada pelo governador Waldez em 2017. O projeto que criou a data é do deputado estadual Jaci Amanajás.

 

É também de Góes o decreto que oficializa a transferência simbólica da capital do Estado para a cidade de Amapá na data de criação do município, 22 de maio. A medida foi tomada, ainda no segundo mandato dele, em 2009. “É uma homenagem à resistência histórica do povo amapaense na luta pela posse de terras no extremo norte do país”, explicou o governador.

 

História
Ao amanhecer do dia 15 de maio, a Vila do Espírito Santo do Amapá – hoje o município de Amapá – foi invadida por uma tropa da Legião Estrangeira, oriunda de Caiena, capital do território ultramarino da Guiana Francesa. A organização militar francesa era conhecida por agregar homens de várias nacionalidades, sem nenhum tipo de seleção para entrar, por isso, muitos criminosos procurados pelas justiças de seus países encontravam na Legião Estrangeira um refúgio protegido pelas leis internacionais.

 

À época, o Amapá formava uma região de Contestado Franco-Brasileiro. Após a batalha, a República reconheceu o heroísmo de Cabralzinho e seus comandados. O Laudo Suíço, em 1900, ratificou o Rio Oiapoque como fronteira franco-brasileira e pôs fim ao litígio. No ano seguinte, em 22 de outubro de 1901, a Lei nº 798 criou a cidade de Montenegro, que em 1903, volta a receber a denominação de Amapá até os dias atuais.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *