Cidades

Governo do Amapá inclui escolas particulares no mapeamento da saúde dos profissionais da educação

Dados sobre os trabalhadores da rede privada vão auxiliar na estratégia para a futura vacinação.

Compartilhe:
A Secretaria de Estado de Educação (Seed) incluiu as escolas da rede privada na pesquisa para mapear a saúde dos trabalhadores da educação no Amapá, que iniciou em 7 de abril deste ano. O processo tem o objetivo de identificar o perfil dos profissionais para estabelecer, junto às autoridades competentes, as estratégias de enfrentamento à pandemia de covid-19.

A pesquisa é feita de forma on-line e segue disponível até sexta-feira, 7. Todos os dados recolhidos serão organizados e irão auxiliar no plano futuro de vacinação dos profissionais da área da educação.

Clique aqui para realizar a pesquisa

Por meio do estudo, o Governo espera obter resultados relacionados a idade dos profissionais , quadro clínico, se já foram vacinados, além de outras informações. Com o mapeamento, também será possível traçar quem são os trabalhadores que fazem parte do grupo de risco para a covid-19. Além dos profissionais da educação da rede privada, o mapeamento também segue disponível aos servidores da rede pública de educação, servidores efetivos, federais, cargos comissionados, contratos administrativos e UDE.

Os dados são recolhidos por meio do Sistema de Acompanhamento da Saúde do Servidor (Sass) e toda a ação conta com a parceria com Secretaria Adjunta de Gestão de Pessoas (Sagep).

A Secretaria de Educação segue executando o seu plano específico de enfrentamento. Todos os dados recolhidos serão organizados e irão auxiliar no plano futuro de vacinação dos profissionais da área da educação.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *