Cidades

HE recebe 240 testes para serem realizados em profissionais da saúde atuantes no combate ao covid-19

O primeiro óbito em decorrência do vírus foi confirmado pelo Governo do Amapá na tarde deste sábado (4). Trata-se de um idoso, de 60 anos, que já apresentava quadro de pneumonia e estava internado no Hospital de Emergências de Macapá.

Compartilhe:

Railana Pantoja
Da Redação

Após ser confirmada a primeira morte por coronavírus no Amapá neste sábado (4), a Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) informou que foi iniciado no Hospital de Emergências (HE) um protocolo para conter a disseminação do vírus no local, visto que a vítima, um homem de 60 anos, estava internada no hospital.

“O Protocolo de Emergência leva em consideração a desinfecção do hospital, dos locais onde o paciente e a equipe circularam. No necrotério também foi feito o processo de desinfecção. Nós disponibilizamos 240 testes rápidos, como reforço para o HE, para que os profissionais que estão na linha de frente sejam testados. A família da vítima também já foi testada, inicialmente duas pessoas que tiveram contato mais próximo com este senhor fizeram o teste e deu negativo. Amanhã (5) se desloca uma equipe da SVS para tratar da família e da vizinhança, para que tenhamos o máximo de segurança”, falou o superintendente da SVS, Dorinaldo Malafaia.

Nos casos de morte por coronavírus, não é recomendado que seja feito o velório. “Tivemos o apoio da Secretaria de Assistência Social para que o enterro fosse feito da maneira mais célere possível, visto que nesses casos não acontece o velório e temos que proceder de forma muito rápida para que a pessoa seja logo enterrada. Infelizmente temos esse critério para proteger a família, sabemos que eles passam nesse momento por um problema emocional forte, mas esse é um procedimento que temos que executar”, finalizou Dorinaldo.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *