Última hora Polícia Política Cidades Esporte

Publicidade
Cidades

Ifap abre inscrição de curso para beneficiários do Auxílio Brasil

Ao todo, mil vagas estão sendo disponibilizadas para a formação de turmas em Macapá e Santana, destinadas exclusivamente a beneficiários do Auxílio Brasil, através do Programa Qualifica Mais Progredir


De 14 a 31 de janeiro estão abertas as inscrições para o curso de Formação Inicial e Continuada (Fic) de Microempreendedor Individual do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (Ifap). Ao todo, mil vagas estão sendo disponibilizadas para a formação de turmas em Macapá e Santana, destinadas exclusivamente a beneficiários do Auxílio Brasil, através do Programa Qualifica Mais Progredir.

 

 

O edital de seleção foi publicado nesta quinta-feira (13) e vai formar 13 turmas em cada município para realização do curso. As aulas serão na modalidade presencial e os selecionados comporão as turmas mediante a convocação realizada pelo Programa. O curso terá duração de 160 horas, distribuídas em 53 dias letivos.

 

 

A seleção será realizada, exclusivamente por meio eletrônico através do endereço http://processoseletivo.ifap.edu.br e estará condicionada às vagas por turma e curso em cada polo onde as aulas serão ofertadas. Segundo o edital, caso o número de inscritos seja maior que o número de vagas ofertadas, o preenchimento das vagas acontece mediante sorteio eletrônico a fim de determinar a ordem de classificação dos candidatos.

 

Cada selecionado ingressa no curso na condição de estudante bolsista do Programa. O valor da bolsa é proporcional a frequência nas aulas, sendo o valor diário de R$ 12,00, podendo chegar ao total de R$ 636,00 para a frequência de 100% de dias letivos. Para a conclusão do curso é necessária a frequência mínima de 75% da carga horária. Será conferido ao concluinte o certificado do curso.

 

Curso

O curso é destinado a estudantes e trabalhadores que tenham, no mínimo, o Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano). Os egressos estarão aptos a iniciar um negócio próprio, seja na atuação como Microempreendedor Individual ou como líder/membro de cooperativa ou associação no ramo de atividade que já tenham experiência e/ou conhecimento, podendo atuar desta forma nos mais diversos segmentos do ramo empresarial.


Comente