Cidades

Justiça do Amapá inaugura nova sede do Juizado Especial Norte

o Judiciário do Amapá inaugurou novas instalações do Juizado Especial Norte. O prédio está localizado na Rodovia Norte Sul, BR 210, bairro Infraero II. A conquista é resultado do termo de cooperação técnica entre a Justiça Federal e o TJAP, assinado no ano passado.

Compartilhe:

O prédio conta com cinco novas salas de conciliação, duas salas de audiência, secretaria, gabinete do Juiz, sala da Defensoria Pública, sala da OAB, contadoria e um ambiente (hall de espera) todo climatizado para melhor atender a população da Zona Norte.

Autoridades dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário Estadual, Federal e Eleitoral, OAB, além de servidores, imprensa e oficiais da Policia Militar e Corpo de Bombeiros, estiveram presentes. Na abertura do evento, a banda de música do Corpo de Bombeiros Militar, sob a regência do maestro Tenente Fábio Wilker, entoou o Hino Nacional Brasileiro e a Canção do Amapá.

Após a leitura do termo de inauguração do novo prédio pelo Diretor-Geral do TJAP, Márcio Régio Evangelista Barroso, a presidente do Tribunal de Justiça, Juízes Federais e demais autoridades fizeram o descerramento da placa e em seguida o desenlace da fita de inauguração do prédio.

O titular do Juizado Norte, juiz Marconi Pimenta, frisou que agora o Juizado está de fato no centro da Zona Norte e vai melhor recepcionar a comunidade daquela região.

“Nesses tempos de crise isso é muito importante dar o exemplo de economia, compartilhando espaços com órgãos públicos e até mesmo com instituições privadas. Nós iremos dar utilidade e dinamismo para que a Justiça continue mais perto da sociedade e mais rápida. Já estamos de portas abertas esperando a população”, destacou magistrado.

Dentro do ambiente no novo prédio também será instalado um cantinho de leitura, com livros doados por magistrados, servidores e colaboradores, oferecendo uma opção para o jurisdicionado que estiver utilizando os serviços da Justiça amapaense, tendo acesso a livros literários.

O Diretor do Foro da Justiça Federal, Juiz Jucélio Fleury Neto, lembrou que a ideia de se promover o bem estar da sociedade amapaense é o principal objetivo das Justiças Estadual e Federal, bem assim dos demais órgãos dos Poderes Executivo e Legislativo, por isso é importante a cooperação entre eles.

“O Juizado Especial atende todas as classes sociais que anseiam por uma Justiça rápida e eficiente e é isso que ele prega diariamente, principalmente através da conciliação. É com essa prestação jurisdicional de qualidade que a Justiça Federal tem a o prazer de colaborar”, afirmou.

Para a Juíza Federal, Lívia Peres, que durante a sua administração na Justiça Federal deu início a meta de ceder o prédio, a parceria entre os órgãos favorece a população, que merece todo o respeito das instituições públicas.

“Essa cooperação que está sendo concretizada hoje vem de um ato formalizado ano passado entre a Justiça Federal e o Tribunal de Justiça, para fim de promoção da cidadania. Tudo é fruto de iniciativas heróicas dos colegas juízes Anselmo e João Bosco que tanto trabalharam para que a Justiça Federal do Amapá tivesse a sede moderna que tem hoje, com possibilidade de acolher a Justiça Estadual e poder funcionar aqui uma unidade judicial tão relevante como é esta do Juizado Cível”, explicou a Juíza.

A presidente do TJAP, Desembargadora Sueli Pini, como forma de reconhecimento entregou à Justiça Federal o selo “Amigo da Justiça amapaense” pela contribuição e o esforço na concretude desse trabalho. A magistrada também parabenizou o Juiz Marconi Pimenta e disse que a nova sede vai beneficiar extraordinariamente a população da Capital.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *