Cidades

Justiça Federal autoriza devolução de R$ 157 mi para a Petrobr

Valor corresponde a 80% do devolvido pelo ex-gerente Pedro Barusco.


Compartilhe:

 

O juiz federal Sergio Moro autorizou a transferência de R$ 157 milhões do Ministério Público Federal (MPF) para uma conta da Petrobras. O valor, conforme o despacho, é referente a uma devolução de recursos com origem em crimes de corrupção confessados pelo ex-gerente da estatal Pedro Barusco.

Barusco, que foi gerente de Serviços da Petrobras, celebrou acordo de delação premiada com o MPF no qual se comprometeu a devolver R$ 204.845.582,11que estavam em contas secretas no exterior. A decisão de Moro atendeu a pedido dos promotores, que solicitou a devolução de 80% do valor para a estatal.

“Considerando que os crimes de corrupção teriam sido praticados contra a Petrobras, gerando prejuízo a ela, já que há indícios de que o percentual de propina era agregado no preço cobrado nas obras contratadas, o valor recuperado deve ser devolvido à vítima”, afirmou Moro. Ainda segundo o juiz, não há restrição em devolver recursos antes do fim dos processos que ainda tramitam, uma vez que Barusco renunciou do direito a eles no acordo de colaboração.

O juiz ainda justificou manter 20% do montante depositada em juízo para verificar se há danos sofridos por outras pessoas ou empresas que precisem ser cobertos pelo dinheiro devolvido por Barusco.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *