Cidades

Mutirão limpará área atingida por incêndio no Beirol

Limpeza é para desobstruir o local e evitar alagamentos no período chuvoso.

Compartilhe:

A força-tarefa que foi montada para assistir às famílias vítimas do incêndio ocorrido no último dia 30, vai realizar um mutirão de limpeza neste sábado, 6, no local do sinistro. O mutirão será conduzido em conjunto por órgãos do Governo do Amapá e Prefeitura de Macapá.

“A limpeza da área é primordial porque se trata de uma ressaca e, com a obstrução do canal por entulhos, o risco de alagamento é muito grande no período das chuvas”, justificou o coordenador-geral de Defesa Civil do Estado, coronel Wagner Coelho.

Os órgãos vão se dividir entre a disposição de máquinas para a retirada e transporte do entulho e mão de obra. Todo o lixo será levado para o aterro sanitário. O secretário municipal de Assistência Social, Lucas Abrahão, explicou que a limpeza da área é a primeira, de uma série de ações que serão feitas no local. “Depois da limpeza, os moradores serão cadastrados e colocados em programas sociais, tanto do governo do Estado, quanto da Prefeitura”, acrescentou.

O laudo oficial do Corpo de Bombeiros, que vai apontar as causas do acidente, ficará pronto no prazo de 30 dias. Também serão feitos estudos para saber se as vítimas poderão ou não voltar a habitar o local. A Defesa Civil já está fazendo o levantamento da situação das casas que foram atingidas parcialmente.

Morador há mais de 30 anos da Passarela Vasco da Gama, no Beirol, Francisco Borges, foi um dos que tiveram as casas consumidas pelo fogo. Ele conta com a ajuda do poder público para recomeçar. “Foi muito triste o que aconteceu. Mas, tanto o governo, quanto a prefeitura tem nos auxiliado nessa hora. Sem este apoio, seria muito mais difícil recomeçar a vida”, analisou.

 
Compartilhe:

Tópicos: