Cidades

Outubro Rosa: uma campanha para ser lembrada o ano inteiro

Cerest cria cartilha para ajudar e auxiliar as mulheres trabalhadoras a realizarem o autoexame e se prevenirem do câncer de mama, com dicas de cuidado à saúde da mulher.

Compartilhe:
O Governo do Estado do Amapá lançou nesta sexta-feira, 23, uma cartilha de prevenção ao câncer de mama, em referência à campanha Outubro Rosa.

A iniciativa é do Centro de Referencia em Saúde do Trabalhador (Cerest-AP), vinculado a Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS).

Embora estejamos vivendo em um momento de isolamento e distanciamento social em virtude da pandemia de covid-19, é muito importante que a mulher continue conhecendo seu corpo e esteja fazendo seus exames de rotina, como o autoexame, que com um simples toque da própria mulher em seus seios, pode detectar um possível nódulo na mama.

Pensando nisso, o Núcleo de Vigilância em Saúde do Trabalhador (NVST) criou uma cartilha para ajudar e auxiliar as mulheres trabalhadoras a realizarem o autoexame e se prevenirem do câncer de mama, com dicas de cuidado à saúde da mulher. A gerente geral do NVST, Gersonita Silva, explica a importância da campanha, mesmo em tempos de pandemia de covid-19.

“Supondo o cenário de aumento da incidência de casos novos de câncer de mama em mulheres entre 2020 e 2022, o projeto ‘Outubro Rosa em Tempo de Pandemia: prevenir é a melhor escolha’ é necessário, considerando que o foco é compartilhar com a mulher trabalhadora informações do autocuidado e das medidas de prevenção do câncer de mama. Apesar dos momentos difíceis que estamos vivendo com a pandemia do covid-19, entendemos que o Cerest pode contribuir na execução de ações educativas de prevenção, visto que, o câncer de mama tem chances de 95% de cura se descoberto precocemente”, explica a gerente.

Alguns hábitos ajudam a reduzir o risco de câncer de mama, como manter o peso corporal adequado, praticar atividade física e evitar o consumo de bebidas alcoólicas. Amamentar é considerado também um fator protetor.

 

Outubro Rosa 

O mês de outubro é conhecido mundialmente desde meados dos anos 1990 como o Outubro Rosa. A campanha envolve diferentes setores da sociedade em prol do combate ao câncer de mama, doença que assola milhares de mulheres pelo Brasil.

Segundo dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer), estima-se que, para cada ano do triênio 2020/2022, sejam diagnosticadas no Brasil 66.280 novos casos de câncer de mama, com um risco de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres. No estado do Amapá a estimativa para 2020 são de 70 casos novos, sendo 50 casos em Macapá. Ainda de acordo com INCA, o câncer de mama é o 2º mais comum entre as mulheres.

Embora o Brasil venha desenvolvendo políticas públicas nesta área desde meados dos anos 1980 e que foram impulsionadas pelo programa Viva Mulher, em 1998. Em 2015 foram registrados 15.405 óbitos pela doença no país.

  • Programação do Outubro Rosa realizada em 2017 no Hospital de Clínicas Alberto Lima.
 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *