Cidades

Pedra Branca se torna o segundo município do Amapá a adotar o aterro sanitário

Município atendeu ao que preconiza a Política Nacional de Resíduos Sólidos e passa a acondicionar o lixo no aterro controlado.

Compartilhe:

A Prefeitura de Pedra Branca do Amapari inaugurou na manhã desta terça-feira (28) o novo aterro sanitário do município totalmente revitalizado e em concordância com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que preconiza a extinção total dos lixões a céu aberto em todo o país. Depois de Macapá, Pedra Branca é o segundo município do Amapá a adotar o aterro sanitário como acondicionamento final do lixo coletado no município.


As obras de ampliação e revitalização do aterro sanitário de Pedra Branca do Amapari, foram iniciadas no segundo semestre de 2019, com a perfuração de uma nova trincheira.  Depois, foram executadas a impermeabilização das valas de deposição dos resíduos e da lagoa de recebimento de chorume, que receberam  manta geomembrana de PEAD 2,0 mm, a construção dos drenos vertical e horizontal e perfuração de uma nova vala impermeabilizada para a deposição  de pequenos animais, além do acondicionamento total do lixo hospitalar de maneira correta e segura.

As obras foram custeadas pelo Fundo Municipal de Meio Ambiente depois de aprovadas pelo Conselho Gestor do fundo, que gerencia recursos financeiros pagos pela empresa Mina Tucano I a título de compensações ambientais decorrentes da atividade mineradora. O aterro sanitário fica a 8 km do perímetro urbano e tem capacidade de armazenamento de 10 a 15 toneladas de lixo ao dia.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *