Cidades

Presidente do CRM/AP e prefeito de Santana repudiam postura de falsa médica que atuava em UBS

O médico Eduardo Monteiro reforçou que o Conselho não emite certidão de comprovação de inscrição e, em caso de dúvida sobre determinado profissional, o cidadão pode acessar o site http://www.crmap.org.br/.

Compartilhe:

Railana Pantoja
Da Redação

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Amapá (CRM/AP), Dr. Eduardo Monteiro, e o prefeito de Santana, Bala Rocha, repudiaram na manhã desta terça-feira (6) a postura de uma jovem que se passava por médica e chegou a atender na UBS Anauerapucu, região ligada ao município santanense.

Segundo o presidente do CRM/AP, a mulher falsificou todos os documentos apresentados no ato da contratação em Santana, inclusive, a assinatura do gestor do Conselho.

“Essa situação ocorreu no dia 31 de março, foi quando recebi a ligação do delegado responsável pelo caso me informando que havia a possibilidade de ter uma profissional se passando por médica em uma UBS no distrito do Anauerapucu. O delegado disse ter um documento do Conselho e, com esse documento, a moça conseguiu ser contratada. Assim que vi o documento, constatei que era falso. O número de inscrição que ela apresentou era de outro profissional inscrito no CRM/AP”, detalhou o presidente.

Ainda não se sabe o nível de instrução da jovem, se era recém-formada em Medicina, acadêmica de algum curso da Saúde ou vestibulanda da área, mas a Polícia Civil já investiga o caso. O prefeito de Santana, Bala Rocha, pediu desculpas à população pelo ocorrido e disse que não houve má-fé por parte da gestão ao contratar a suposta médica.

“Ela nos apresentou uma documentação totalmente falsa, com falsificação até da assinatura do presidente do CRM/AP. Não conheço o caso por inteiro, mas fui informado pela Secretaria Municipal de Saúde sobre as medidas adotadas, resultando no afastamento da falsa médica. Infelizmente havíamos entendido que a documentação era verdadeira, isso serve de exemplo para aprimorar nossa checagem junto ao Conselho. Pedimos desculpa à população santanense pelo ocorrido”, falou Bala Rocha.

 

Cuidado

O médico Eduardo Monteiro reforçou que o Conselho não emite certidão de comprovação de inscrição e, em caso de dúvida sobre determinado profissional, o cidadão pode acessar o site http://www.crmap.org.br/

“A inscrição é uma carteira médica. Além disso, existe o portal do CRM/AP, de acesso público, onde qualquer cidadão pode fazer o questionamento desse tipo de situação. Tomamos todas as medidas, levamos ao jurídico e com certeza será instaurado processo criminal, pois é o exercício ilegal da Medicina, apresentação de documento falso e falsificação da minha assinatura”, finalizou o presidente.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *