Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Cidades

Programa nutricional atende alunos autistas da rede municipal de Macapá

Projeto piloto foi apresentado neste sábado (2), Dia Mundial de conscientização do Autismo.


Para prevenir a deficiência nutricional de estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA), a Prefeitura de Macapá lançou neste sábado (2), Dia Mundial de conscientização do Autismo, o programa “Nutrição no TEA”, que vai fazer o acompanhamento nutricional de crianças da rede municipal de ensino.

O projeto piloto será apresentado na Escola Municipal Cacilda Ferreira Vasconcelos, que fica no bairro Fazendinha, que também tem alunos autistas. O lançamento teve brincadeiras lúdicas, roda de conversa, acompanhamento com fonoaudiólogo e fisioterapeuta, além de avaliação e orientação nutricional.

Inicialmente o programa será desenvolvido em três escolas e três Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Os alunos serão avaliados nas escolas por nutricionistas da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para verificação da sensibilidade alimentar, que servirá como base para adaptação do cardápio da merenda escolar.

Está previsto ainda, o acompanhamento continuo fora da escola, ou seja, o aluno será encaminhado para atendimento também na UBS. Esse monitoramento acontece por meio da caderneta especifica destinada ao serviço de alimentação no TEA. “É essencial esse acompanhamento desde cedo. A alimentação adequada colabora com o desenvolvimento da criança e contribui com o aprendizado, além de fortalecer a saúde dos pequenos. Esse projeto busca prevenir que o estudante fique sem se alimentar e aumenta a adesão à alimentação escolar, mesmo que for com adaptação ao cardápio”, destaca a nutricionista Silvia Ferraz.

A iniciativa é da Secretaria de Mobilização e Participação Popular em parceria com a Divisão de Alimentação e Nutrição, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), e do Departamento de Segurança e Gestão Alimentar, da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A Escola Municipal de Ensino Infantil Janice Palmeirim, e as escolas de ensino fundamental Caetano Tomaz e Cacilda Vasconcelos, vão desenvolver o programa, além das UBSs Pedro Barros e Padre Raul Matte, e o Centro Especializado em Reabilitação (CER).

Políticas de inclusão
O programa nutricional faz parte do pacote de medidas da Prefeitura de Macapá para melhorar a qualidade dos serviços prestados aos autistas. As iniciativas incluem a inauguração da primeira Clínica-Escola do Autista Coração Azul, prevista para ser inaugurada em abril.

Entre as medidas também está o apoio à Associação de Pais e Amigos dos Autistas do Amapá (AMA) que recebeu, em março, 18 centrais de ar para as salas da entidade, possibilitando a ampliação dos atendimentos.

A criação da caderneta de alimentação inclusiva, com orientações para profissionais da educação e famílias dos estudantes com o espectro autista que possuem algum tipo de transtorno alimentar, é outra iniciativa. Ela faz parte do Programa Alimentação Inclusiva (PAI), que será implementado pelo Município neste primeiro semestre de 2022.


Comente