Cidades

Safra de grãos ultrapassou 58 mil toneladas no Amapá em 2017

O principal produto da agricultura amapaense continua sendo a mandioca

Compartilhe:

Somando a produção de arroz, feijão, milho e soja, a agricultura amapaense atingiu 58.608 toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas (grãos). Esses são os resultados da safra de 2017. Um aumentou de 26,6% em relação à safra de 2016 (46.280 toneladas). Cerca de 93% da safra de grãos do Amapá é de soja (54.400 toneladas). Arroz, feijão e milho somam apenas 4.208 toneladas.

O principal produto da agricultura amapaense continua sendo a mandioca

A safra de mandioca em 2017 foi de 166.580 toneladas. Tendo crescido 12,1% em relação à safra de 2016.

Laranja teve uma redução de 10,6% na produção
O IBGE calculou que a produção de laranja em território amapaense teve redução de 770 toneladas. Caindo de 7.290 toneladas em 2016, para 6.520 toneladas em 2017. Outro produto que também apresentou redução na produção foi a cana-de-açúcar (-1,8). Saindo de 4.560 toneladas em 2016, para 4.480 em 2017.

Banana é o terceiro maior produto agrícola amapaense
A safra de banana alcançou 20.273 toneladas em 2017. Tendo crescido 9% em relação ao ano anterior. É o terceiro maior produto agrícola amapaense. Atrás da mandioca e da soja.

Produção de abacaxi teve o quarto maior crescimento na safra 2017
A safra de abacaxi obteve 10,2 milhões de frutos. Tendo com isso, crescido 11,8% em relação a 2016.

Mandioca e soja ocuparam 78,7% da área plantada em 2017 no Amapá
A produção de mandioca ocupou 20.245 hectares e a de soja ocupou 19.050.

Mandioca foi o produto agrícola que mais expandiu sua área plantada: cresceu 70% em relação a 2016 (12.016 hectares). A soja cresceu 23,4% e, em terceiro lugar, ficou a produção de banana com crescimento de 22% na sua área e também ocupando a mesma posição em área plantada (2.975 hectares).

Estas e outras informações fazem parte do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA).

O Levantamento é uma pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras dos principais produtos agrícolas, cujas informações são obtidas por intermédio das Comissões Municipais (COMEA) e/ou Regionais (COREA); consolidadas em nível estadual pelos Grupos de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias (GCEA) e posteriormente, avaliadas, em nível nacional, pela Comissão Especial de Planejamento Controle e Avaliação das Estatísticas Agropecuárias (CEPAGRO) constituída por representantes do IBGE e do Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (MAPA).

 
Compartilhe:

Tópicos: