Cidades

Sandra Terena chega para cumprir agenda de dois dias em Macapá

Ela é a primeira indígena a ocupar uma Secretaria federal com status de ministra.

Compartilhe:

Douglas Lima

Da Redação

 

A titular da Secretaria de Políticas de Promoção de Igualdade Racial, do governo federal, Sandra Terena, falou na manhã desta quarta-feira, 10, no programa LuizMeloEntrevista (Diário FM 90,9), no estúdio da emissora na avenida Coriolano Jucá, 456, bairro Central de Macapá.

Sandra está em Macapá para cumprir agenda de dois dias em apoio ao ingresso do estado do Amapá no Sistema Nacional de Igualdade Racial (Sinapir). A primeira indígena a ocupar uma Secretaria do Governo Federal com status de Secretária Nacional, ligada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, veio acompanhada pelo presidente da Fundação Palmares, Vanderlei Lourenço. Ele também falou no programa LuizMeloEntrevista

Ela contou um pouco de sua história de vida, dando ênfase à educação que recebeu, considerando que sem o aprendizado que teve nas escolas não poderia chegar ao cargo de destaque que hoje ocupa.

Sandra Terena manifestou-se honrada por ser pioneira na composição do governo federal, mas, como disse, principalmente por poder influenciar outros indígenas a estudarem. Ela também foi a primeira indígena brasileira a se formar em jornalismo. Ainda se revelou uma amante do audiovisual, tendo inclusive recebido premiações nacional e internacional por documentário que produziu a respeito de infanticídio e povos indígenas.

Igualdade racial

Depois de aderir ao Sistema Nacional de Igualdade Racial (Sinapir), em maio passado, o Amapá entra na fase de capacitação para acesso ao sistema. O curso ocorre de hoje, 10, a 12, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil no Amapá (OAB-AP), em Macapá. A capacitação será encerrada com a presença da secretária Sandra Terena e do presidente da Fundação Cultural Palmares, Vanderlei Lourenço.

Na agenda da secretária há também discussão de políticas de igualdade racial com movimentos sociais e culturais. Sandra ainda se encontrará com a secretária extraordinária dos povos indígenas do Amapá, Eclemilda Maciel.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *