Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Cidades

Secretaria de Saúde pede desinterdição do serviço de enfermagem no HE

Secretário estadual de Saúde, Juan Mendes, informou que os problemas apontados pelo Coren/AP são simples e podem ser resolvidos rapidamente.


Railana Pantoja
Da Redação

 

No sábado (14), o Conselho Regional de Enfermagem do Amapá (Coren/AP), decretou a Interdição Ética de Enfermagem em cinco setores do Hospital de Emergências de Macapá: ambulatório I, ambulatório extra, clínica médica I, ortopédica e sala de imunização.

Com a interdição ética, os profissionais de enfermagem ficam suspensos do desenvolvimento de suas atividades da assistência até que as irregularidades apontadas pela Comissão de Sindicância sejam sanadas pela Secretaria de Estado da Saúde.

Nesta segunda-feira (16), o secretário estadual de Saúde, Juan Mendes, informou que a Secretaria pediu a desinterdição desses setores e está dialogando com o Coren/AP.

“A interdição foi em cinco setores específicos, mas isso não impede o funcionamento de outras atividades profissionais. Estamos conversando com o Conselho inclusive para entender o que houve, até pela questão do prazo, já que o resultado da sindicância saiu num dia e no outro já houve a interdição”, disse o secretário.

O secretário garantiu que os problemas apontados pelo Conselho são passíveis de serem resolvidos e “já estamos pegando todas as orientações com o Coren, até para construir soluções mais fortalecidas para a categoria”.


Comente