Cidades

Seed promove formação continuada para professores

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Compartilhe:

Em parceria com a Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF-Brasil), a Secretaria de Estado da Educação (Seed) em parceria com Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF-Brasil) promoveu nestas quarta e quinta-feira, 13, nas dependências da Escola Sesc, em período integral, formação continuada sobre o Programa Educação Financeira para professores e coordenadores pedagógicos de 27 escolas que atendem o ensino médio.

O Ministério da Educação (MEC) já disponibilizou os livros de educação financeira para as escolas públicas envolvidas. Na primeira etapa, que ocorreu no período de 8 a 24 de junho deste ano, 17 gestores da Seed receberam formação presencial para apropriação do tema.

Ao todo, 108 professores tiveram acesso a capacitação presencial e online de 40 horas, em plataforma de aprendizagem disponibilizada pela AEF-Brasil.

O conteúdo dos livros cita situações didáticas para que professores possam aplicar os conceitos financeiros interligados aos conteúdos sociais. Esses conceitos são apresentados a partir de situações do cotidiano, com o objetivo de desenvolver o pensamento financeiro consciente.

Para o coordenador estadual do Programa Educação Financeira nas Escolas, Júlio Cesar, a iniciativa procurou apresentar questões presentes no dia a dia do aluno, e possibilitar através da formação continuada melhores escolhas pessoais e interpretações gerais acerca da realidade do cotidiano: “Os temas de educação financeira ocorreram de forma transversal às matérias já existentes na grade curricular. Precisamos cada vez mais de pessoas capacitadas para lidar com as problemáticas financeiras e inseri-las para além da sala de aula”.

A professora de língua portuguesa da Escola Estadual Professor Gabriel de Almeida Café, Patrícia Nobre, afirma que a formação referente a educação financeira vai complementar a capacitação que os mais de 6 mil professores passaram recentemente sobre educação empreendedora: “Temos a possibilidade de aliar conteúdo e, assim, desenvolver um trabalho melhor e mais específico em sala de aula. Temos que motivar nossos alunos e socializar o conhecimento para que eles tenham a percepção de quanto é importante planejar as finanças e ter uma visão empreendedora”.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *