Cidades

Seed realiza visita técnica para definir protocolo de possível retorno das aulas presenciais

Duas escolas da rede estadual, de grande e pequeno porte, foram visitadas para verificação de adequações dos ambientes, para quando houver o retorno das aulas presenciais.

Compartilhe:
Foto: Vandy Ribeiro

Como parte das providências de preparação e adequação das escolas para o retorno seguro dos estudantes às aulas presencias – ainda sem data prevista -, técnicos da Secretaria de Estado da Educação (Seed) visitaram nesta sexta-feira, 25, duas escolas da rede estadual, em conjunto com membros do Comitê de Enfrentamento ao Covid no Amapá e da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS).

As visitas técnicas aconteceram nas escolas estaduais Benigna Moreira e Colégio Amapaense, em Macapá, e têm como objetivo identificar as necessidades das unidades escolares de pequeno e grande porte, e medidas de segurança sanitária para a elaboração do Protocolo de Biossegurança de Retorno das Aulas nas Escolas Estaduais.

A coordenadora da Rede Física da Seed, Ana Kelen de Souza, explica que as escolas passarão por sanitização e desinfecção; os espaços de distanciamento serão identificados, assim como a distribuição de dispensers de álcool em gel, mais lavabos para a higienização das mãos, e equipamentos de proteção individual para os estudantes e profissionais da Educação.

“Estamos conferindo se o planejamento que fizemos para as escolas relacionadas à adequação de biossegurança dos funcionários e alunos para o retorno das aulas estão de acordo aos preceitos da Vigilância Sanitária. Ainda não temos uma data de retorno prevista, mas já vislumbramos esse novo cenário, com segurança para todos”, reforçou Ana Kelen.

As escolas da rede estadual já estão seguindo normas sanitárias e protocolos de biossegurança desde abril, com o início das entregas do kits Merenda em Casa. Agora, a medida será reforçada com o Protocolo de Biossegurança para o Retorno das Aulas nas Escolas Estaduais.

Sala de Acolhimento

O Núcleo de Atendimento à Saúde do Educando da Seed viabilizará nas escolas uma sala de acolhimento. Caso o estudante esteja febril ao aferir a temperatura na entrada da unidade, ele será encaminhado para esta sala enquanto a direção vai acionar os pais/responsáveis, orientando que esse aluno seja encaminhado a uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

O chefe do Núcleo de Vigilância Sanitária da SVS, Roberto Malcher, destacou que para essa adequação e possível retorno das aulas, é imprescindível que haja também material humano, isto é, pessoas para repassar as orientações de biossegurança.

“Não basta apenas colocar equipamentos e insumos se não tivermos alguém orientando esse comportamento humano. Como ajuda para massificar a informação quanto aos cuidados com a higiene e distanciamento social, também poderíamos utilizar caixas de som no intervalo de aula”, sugeriu.

Orientações aos gestores

A partir das visitas, os gestores serão orientados pela Secretaria de Educação quanto a reorganização dos espaços escolares, adoção de medidas sanitárias e de distanciamento social, bem como a adaptação de estratégias pedagógicas, com a finalidade de evitar a propagação e o contágio da covid-19 no ambiente escolar.

Para a implementação das adequações e das medidas sanitárias, as escolas receberão aporte financeiro do Tesouro Estadual via Caixa Escolar, além de acompanhamento de técnicos da Coordenadoria de Rede Física da Seed.

A primeira reunião online envolvendo 117 gestores de escolas de ensino médio acontecerá na próxima terça-feira, 29. As adequações devem iniciar ainda em setembro.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Um comentário em “Seed realiza visita técnica para definir protocolo de possível retorno das aulas presenciais”

  • Marcos disse:

    O AMAPÁ ACABA DE VOLTAR AO VERMELHO NO MAPA DE CASOS DA COVID-19 E ALGUMAS AUTORIDADES SEGUEM INSISTINDO COM VOLTA AS AULAS SEM VACINA… AONDE DEU CERTO ISSO???? MANAUS???? ESPANHA????? REINO UNIDO????? NÃOOOOO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *