Cidades

SVS investiga dois casos suspeitos de sarampo em Macapá; pacientes são irmãos

As crianças, que são irmãos, com idade de 9 meses e 9 anos, deram entrada no PAI com sintomas relacionados à doença e sem esquema vacinal da tríplice viral.

Compartilhe:

A Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) investiga dois casos suspeitos de sarampo em Macapá. O resultado da análise do primeiro material coletado pela diretoria executiva de Vigilância Laboratorial (DEVL) da SVS foi reagente para sarampo.

No entanto, seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, uma nova coleta será realizada entre 15 ou 25 dias, para obter a conclusão do diagnóstico laboratorial. Somente com o resultado do segundo exame será possível confirmar ou descartar os casos.

Seguindo os protocolos as equipes da SVS já entraram com as ações de bloqueio vacinal e orientações para os familiares e as pessoas que tiveram contato recente com os pacientes.

As crianças, que são irmãos, com idade de 9 meses e 9 anos, deram entrada no Pronto Atendimento Infantil (PAI) com sintomas relacionados à doença e sem esquema vacinal da tríplice viral. A internação se deu, principalmente, pelo quadro clínico de forte bronquite. Os pacientes seguem hospitalizados no isolamento do Anexo do Hospital da Criança e do Adolescente (HCA), com quadro clínico estável.

A SVS reforça, ainda, que o sarampo pode ser evitado com a vacina ofertada gratuitamente nas Unidade Básica de Saúde (UBS) de todos os 16 municípios durante todo o ano. As doses são ministradas aos 12 meses, com reforço aos 15 meses de idade. No momento acontece campanha nacional para atualizar a vacina de pessoas que nunca tomaram ou que estão com doses incompletas.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *