Cidades

Ueap define calendário acadêmico 2020 com atividades remotas

Conselho Universitário definiu planejamento de aulas até o fim de dezembro, prevendo também auxílio financeiro para que acadêmicos garantam planos de internet.

Compartilhe:
Foto: Maksuel Martins
Após seis meses de suspensão de atividades acadêmicas devido à pandemia de coronavírus, o Conselho Universitário da Universidade do Estado do Amapá (Consu) aprovou na segunda-feira, 21, o texto da resolução que define as diretrizes de funcionamento e oferta das atividades acadêmicas para a retomada do período letivo de 2020.

O calendário compreenderá 10 semanas: de 19 de outubro a 31 de dezembro de 2020, incluindo os sábados como dias úteis para atividades. Foi decidido que todas as atividades ofertadas pela Ueap serão realizadas remotamente, mesmo as atividades práticas terão que ser adaptadas ao ambiente remoto digital, analisadas as viabilidades da atividade pelos respectivos colegiados de curso.

 

Assistência e inclusão

A universidade vai utilizar o Programa de Assistência Complementar ao Estudante (PROACE) para realizar os esforços a fim de suprir as necessidades dos acadêmicos e garantir conectividade a todos, com suporte financeiro aos discentes em situação de vulnerabilidade social.

Para tanto, analistas e técnicos da Pró-reitoria de Extensão (Proext) estão empenhados na elaboração de um edital para a inscrição dos estudantes interessados em obter o auxílio, previsto para ser lançado em outubro. O edital deve garantir uma verba para obtenção de equipamentos e até três mensalidades para pagamento de plano de internet.

Também serão concedidas, aos acadêmicos com deficiência, recursos de tecnologia assistiva, sob responsabilidade da Unidade de Educação Inclusiva (UEI).

 

Estágios

A Ueap decidiu que vai validar todos os pedidos de estágio obrigatórios e práticas pedagógicas não-presenciais. A Universidade também vai admitir estágios obrigatórios presenciais, desde que haja o interesse do aluno, a observação dos protocolos de segurança no ambiente de trabalho, e que seja firmado convênio ou termo de compromisso entre a Universidade do Estado do Amapá e a instituição concedente.

“A resolução tem a particularidade de ter contado com as sugestões de todos os colegiados, e em cima das ponderações que foram apresentadas nós fizemos a redação, então o texto da resolução é no mínimo bem democrático e contou com a participação ativa de todos aqueles que tiveram interesse em participar”, afirmou Kátia Paulino, reitora da Ueap.

Para a docente, a iniciativa da Ueap é fruto da necessidade das adaptações do sistema educacional à realidade em que se encontra o mundo pós-pandemia.

Na reunião, esteve presente o conselheiro Rafael Lima, da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Setec). O secretário elogiou a iniciativa da Ueap e, como docente da Unifap, afirmou que a sua instituição está observando e se espelhando na Universidade do Estado como modelo para a retomada do calendário acadêmico.

“Com a licença do termo jurídico, a decisão da Ueap hoje vai criar uma jurisprudência para as demais universidades, a Ueap ousa e se propõe a ser um exemplo para a comunidade acadêmica”, disse Pontes.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *