Cidades

Waldez reúne equipe da educação para avaliar possíveis cenários de retorno das aulas

Na tarde desta quinta-feira, 9, a secretária Goreth Sousa e técnicos da educação apresentaram os resultados da consulta pública que avaliou aulas durante a pandemia.

Compartilhe:
Foto: Márcio Pinheiro

A avaliação dos possíveis cenários para o retorno das aulas foi uma das pautas abordadas em uma reunião entre o governador, Waldez Góes, a secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa, e equipe técnica nesta quinta-feira, 9, no Palácio do Setentrião. Eles também avaliaram os resultados da consulta pública realizada pela Secretaria de Estado da Educação (Seed) no final de junho.

 

A Seed montou um planejamento com diretrizes pedagógicas e protocolos de biossegurança para o retorno das aulas, quando o cenário epidemiológico da pandemia, ocasionada pelo novo coronavírus, permitir a retomada com segurança.

 

Algumas medidas deverão ser adotadas, como a disponibilização de álcool em gel nas escolas, uso de equipamentos de segurança: máscaras e protetores faciais, uso de garrafinhas para o consumo de água, adaptação das salas de aula para atender as recomendações dos órgãos de saúde e vigilância sanitária.

 

O governador Waldez Góes informou que na próxima segunda-feira, 13, um novo relatório epidemiológico com os dados das últimas duas semanas – período em que houve flexibilização da quarentena e retomada de algumas atividades comerciais em alguns municípios, como em Macapá – será analisado para orientar os passos futuros do governo em relação à pandemia e retomada ao novo normal, como por exemplo as aulas escolares.

 

“Teremos uma nova avaliação. Precisamos ter cautela na tomada de decisões, porém, temos que estar preparados para a volta ao novo normal. Por isso, estamos nesse processo de construção para encontrar a melhor alternativa para a retomada”, explicou o governador Waldez Góes.

 

Consulta Pública

A secretária de Estado da Educação, Goreth Souza, também apresentou as alternativas montadas pela pasta durante a pandemia e os resultados da consulta pública realizada para conhecer a opinião dos professores, pais e alunos. As informações coletadas subsidiam o plano de retomada.

 

Paralelo a isso, uma parceria com a Assembleia Legislativa do Amapá será firmada para a veiculação das aulas via TV Assembleia – mais uma alternativa para que os alunos tenham acesso ao conteúdo de ensino.

 

“Adotamos diversas metodologias para que o aluno tenha acesso as aulas e estamos trabalhando de forma colaborativa e participativa. Temos estratégias para a retomada gradual presencial ou híbrida. São diversas possibilidades que estamos estudando para minimizar os impactos ocasionados pela pandemia na educação”, disse Goreth.

 

Entre as ferramentas disponibilizadas estão: o portal Aprendizagem em Casa e Escola Virtual, que compõem o Sistema Integrado de Gestão da Educação (Sigeduc), lives, entre outras.

 

A Seed também disponibilizou para os professores, o suporte da Platataforma Digital Vivescer, onde os educadores têm acesso a suporte socioemocional durante a quarentena.

 

Projetos

Na ocasião, a secretária destacou alguns projetos da educação, como a revitalização de 131 escolas, em 2019 e 2020, em todo o estado, por meio do Escola Melhor. Programa que utiliza recursos do tesouro estadual para fazer a manutenção da infraestrutura escolar, mantendo o ambiente em boas condições para os profissionais e alunos.

 

Outro destaque é o projeto professor-autor, que já selecionou os profissionais que elaborarão conteúdo para material didático da rede pública em parceria com a Associação Nova Escola. A iniciativa irá atender professores e estudantes.

 

A entrega do Kit Merenda em Casa, que já beneficiou 120 mil estudantes da rede estadual.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *