Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Esportes

Sesi/AP promove workshop de defesa pessoal

Evento foi ministrado pelo responsável técnico do Sesi Jiu-Jitsu , Othon Miranda, no qual foi ensinado técnicas de se defender puxões de cabelo, no braço e tentativa de abuso sexual.


Lana Caroline
Da Redação

Se defender de alguma situação de perigo é algo que muitas mulheres estão buscando fazer e pensando nisso, o Sesi Amapá realizou um workshop de defesa pessoal para o público feminino. Segundo o mestre, faixa-preta de jiu-jitsu, Othon Miranda, a defesa pessoal é a raiz do jiu-jitsu e as técnicas são de grande importância para as mulheres.

“Nosso objetivo é mostrar um pouco de como o Jiu-Jitsu pode oferecer, para elas, a questão de defesa e confiança também. Nosso objetivo é apresentar técnicas que elas possam executar contra qualquer tipo de agressor e mostre que elas sabem se defender”, disse o professor.

Os ensinamentos foram para o público em geral de várias idades. A enfermeira Ieda Torres, aproveitou para aprender um pouco mais das técnicas de defesa pessoal e explica a importância de participar desse evento.

“Conforme o que o professor falou e o que é nítido na sociedade, é o índice de violência contra as mulheres. Torna-se importante a gente saber se defender de diversas situações e as mulheres precisam aprender mais sobre a defesa pessoal”, disse a enfermeira e participante do evento, Ieda Torres.

As mulheres têm sido diariamente alvo de muitos assédios e abusos, sejam eles na rua, no transporte público ou em outros lugares. Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, entre março de 2020, mês que marca o início da pandemia no país, e dezembro de 2021 foram 2.451 feminicídios e 100.398 casos de estupro e estupro de vulnerável de vítimas do gênero feminino. Estas estatísticas têm gerado o crescimento do público feminino em aprender a forma correta de autodefesa.


Comente