Geral

Brasil tem alta no abate de suínos e consumo de ovos de galinha, mostra pesquisa do IBGE

O 2º trimestre de 2020 registrou o abate de 12,10 milhões de cabeças de suínos no Brasil, número que estabelece um novo recorde para o setor desde 1997. Além disso, 974,15 milhões de dúzias de ovos de galinha foram produzidas

Compartilhe:
Foto: Jaelson Lucas/AEN Paraná

Da Redação

 

O 2º trimestre de 2020 registrou o abate de 12,10 milhões de cabeças de suínos no Brasil, número que estabelece um novo recorde para o setor desde 1997. O resultado significa um aumento de 6,2% em relação ao mesmo período de 2019 e de 1,8% na comparação com o 1º trimestre de 2020. O mês de junho foi o que teve melhor desempenho.

Este é um dos destaques da pesquisa Estatística da Produção Pecuária do 2º trimestre de 2020, divulgada hoje (10) pelo IBGE. A explicação para o número recorde desde o início da série histórica está ligada às exportações da carne de porco, como explica Bernardo Viscardi, supervisor das pesquisas da produção Pecuária.

“A China aumentou a demanda de carne suína por conta da redução do seu rebanho de porcos, causada pela Peste Suína Africana e, com isso, aumentou consideravelmente a importação deste tipo de alimento do Brasil”, afirma o especialista.

Já o abate bovino no período caiu, apesar da carne bovina também apresentar alta na exportação. A pesquisa mostra que foram abatidas 7,30 milhões de cabeças de bovinos, quantidade 8% inferior à obtida no mesmo trimestre de 2019, mas acima 0,3% da registrada no 1º trimestre de 2020. O resultado é o mais baixo para um 2º trimestre desde 2011.

 

Frango
A pesquisa aponta que foram abatidas 1,41 bilhão de cabeças de frangos, queda de 1,0% em relação ao 2º tri de 2019 e recuo de 6,8% na comparação com o 1º trimestre de 2020. No entanto, houve alta na produção e consumo de ovos.

Ao todo, 974,15 milhões de dúzias foram produzidas no 2º trimestre de 2020. Este número é 2,8% maior que o registrado no 2º trimestre de 2019 e 0,3% acima do trimestre anterior. O pico da produção ocorreu em maio, quando foram contabilizadas 326,73 milhões de dúzias, 2% acima da produção do mês equivalente de 2019.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *