Geral

Pesquisa Datafolha mostra Bolsonaro isolado na frente, agora com 32%

Em 2º lugar aparece Fernando Haddad (21%); Ciro Gomes (11%) Geraldo Alckmin (9%), Marina Silva (4%) e João Amoêdo (3%). Henrique Meirelles, Alvaro Dias e Cabo Daciolo têm 2% cada um; Guilherme Boulos, João Goulart Filho, Eymael e Vera não pontuaram.

Compartilhe:
Jair Bolsonaro (PSL) cresceu quatro pontos percentuais e ultrapassou, pela primeira vez a barreira dos 30%

O Instituto Datafolha divulgou na noite desta terça-feira (02) mais uma pesquisa para a Presidência da república. Contratado pelo jornal Folha de S. Paulo, o levantamento mostra que Jair Bolsonaro (PSL) cresceu quatro pontos percentuais e ultrapassou, pela primeira vez em pesquisa do instituto, a barreira dos 30% e abriu vantagem sobre o segundo colocado, Fernando Haddad (PT), que parou de subir. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, significando que, considerando a margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

Os números apontam Jair Bolsonaro (PSL): 32%; Fernando Haddad (PT): 21%; Ciro Gomes (PDT): 11%; Geraldo Alckmin (PSDB): 9%; Marina Silva (Rede): 4%; João Amoêdo (Novo): 3%; Henrique Meirelles (MDB). Alvaro Dias (Podemos) e Cabo Daciolo (Patriota) estão com: 2%. Já Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL): Eymael (DC) e Vera Lúcia (PSTU) não pontuaram.

Comparando com o levantamento anterior do Datafolha divulgado na sexta-feira (28), Bolsonaro passou de 28% para 32%; Haddad foi de 22% para 21%; Ciro se manteve com 11%; Alckmin foi de 10% para 9% e Marina passou de 5% para 4%. Os indecisos se mantiveram em 5% e os brancos ou nulos, de 10% para 8%.

Rejeição

Os índices de rejeição são os seguintes: “Bolsonaro: 45%, Haddad: 41%, Marina: 30%, Alckmin: 24%, Ciro: 22%, Meirelles: 15%, Boulos: 15%, Cabo Daciolo: 14%, Alvaro Dias: 13%, Vera: 13%, Eymael: 12%, Amoêdo: 12% e João Goulart Filho: 11%. Os que rejeitam todos e não votariam em nenhum somam, enquanto que os que disseram que votariam em qualquer candidato somam 1%; e os que não sabem em quem votariam totalizam 4%.

Simulações de segundo turno

Segundo a pesquisa, em possível 2º turno Ciro ganharia de Alckmin por 42% a 37%; Com Bolsonaro Alckmin teria 43% a 41% Bolsonaro, apresentando empate técnico. Outros cenários apontam: Ciro 46% x 42% Bolsonaro, Alckmin 43% x 36% Haddad, Bolsonaro 44% x 42% Haddad, e Ciro 46% x 32% Haddad.

A margem de erro da pesquisa, registrada no  TSE sob o nº BR-03147/2018 e realizada em nesta terça-feira (02) com 3.240 eleitores em 225 municípios, é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Com informações do jornal Folha de São Paulo

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *