Nota 10

De lixeira à biblioteca: Praça do Congós ganha espaço literário

Local servia como ponto de lixeira viciada e foi transformado, pelos próprios moradores, em espaço de leitura.

Compartilhe:

Railana Pantoja
Da Redação

Para dar utilidade a um espaço que servia apenas como ponto de lixeira viciada, na Praça do Congós, moradores do bairro se uniram e montaram uma biblioteca comunitária. Com um novo visual, agradável e aconchegante, o espaço literário tem sido bastante frequentado.

“A ideia surgiu do grupo Congós 100% Paz, que faz várias ações sociais dentro do bairro. Temos cerca de 1.200 moradores nos cinco grupos e eles fizeram acontecer, a união fez a força. Aqui era uma lixeira viciada, onde jogavam lixo e entulho, e após um ano de trabalho fizemos a biblioteca. Agora, encaminhamos ao Centro de Atividades Sociais do bairro um pedido para que eles administrem a biblioteca”, detalhou Nildo Costa, um dos idealizadores do projeto.


Todos os livros que estão na Biblioteca Comunitária Infantil Professora Zenaide Picanço são literários e foram doados por voluntários.

“A biblioteca funciona todos os dias, das 16h30min às 18h30min. A gente leva até esse horário só devido à ausência de energia, ainda não temos e precisamos adaptar algumas coisas. Está faltando bebedouro, por exemplo. Mas a gente vai ajustando para atender as crianças”, ponderou.

 

A biblioteca funciona assim: a criança, acompanhada por um responsável, escolhe um livro e leva pra casa. Quando terminar de ler, a criança precisa devolver o material e pode escolher outro.

“Pode ler aqui também, temos um espaço lúdico, tatames coloridos, tudo para chamar atenção das crianças. Pode sentar, deitar. Ontem (11) quando cheguei, umas 14 crianças já estavam esperando pra abrirmos a biblioteca. Isso é algo que não tem preço”, finalizou Nildo Costa.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *