Nota 10

Desde o início do mês está aberta a temporada de guloseimas juninas

Nutricionista traz dicas para aproveitar a época de forma saudável e sem exageros

Compartilhe:

O mês de junho marca o início do inverno e das festas juninas e, mesmo em tempos de pandemia, em que os grandes festejos do país não poderão ser realizados, muita gente já está se programando para fazer os quitutes em casa. É um período carregado de manifestações culturais e religiosidade proporcionadas pelas comemorações em torno de Santo Antônio, o Santo Casamenteiro (dia 13 de junho), São João (dia 24) e São Pedro e São Paulo (dia 29). E independente da religião, as festas típicas deste período são unanimidade para aqueles que adoram as guloseimas que podem ser encontradas em qualquer boa festa junina.

Milho verde, paçoca, pé de moleque, cocada, salsichão, cachorro-quente, canjica, broa de fubá ou milho e quentão são apenas algumas das delícias a enfeitar as mesas ou barraquinhas, o que pode variar de região para região.

Para quem não abre mão de cuidar da saúde, mas também não quer perder a oportunidade de se deliciar, a professora do curso de Nutrição da Estácio, Marcella Tamiozzo, oferece dicas para aproveitar a festa sem ficar com a consciência pesada e sem cometer excessos.

– Na hora da escolha do que saborear, prefira aqueles pratos assados, com menos gordura, como o milho verde por exemplo, que é uma opção menos calórica e é uma delícia! Doces a base de fruta também são boas opções como a bananada e goiabada.

Essa dica serve para quem já segue à risca a dieta ou pensa em iniciar uma reeducação alimentar, optando por alimentos menos calóricos. O milho, por exemplo, que é um dos quitutes mais comuns nas festas juninas e pode ser encontrado cozido, em curaus, pamonhas e bolos, é fonte de energia, carboidratos, proteínas, vitaminas B1, A e E, sais minerais e fibras. Se consumido sem leite condensado, manteiga e açúcar, pode trazer todos os benefícios deste cereal para quem o consome.

A nutricionista explica que na hora de preparar os pratos, é possível deixa-los mais saudáveis com a substituição de ingredientes calóricos e ricos em gorduras por outras opções saudáveis.

– Quanto às opções de pratos light, acho interessante o arroz doce light, bolo de milho light e doce de abóbora sem açúcar. Para deixar as preparações mais leves e menos calóricas, pode-se substituir açúcar por adoçantes (nas preparações doces), preparações fritas por assadas, e caldos com carnes gordas, como bacon, por carnes menos gordurosas como o frango desfiado e carne magra desfiada ou moída (como o patinho).

Confira três receitas para deixar sua festa junina mais leve
Bolo de milho light
Ingredientes:
– 6 unidades de espiga de milho limpa
– 10 colheres de sopa de açúcar
– 1 xícara de chá de farinha de trigo peneirada
– 4 unidades de clara de ovo
– 1 xícara de chá de leite em pó desnatado
– 1/3 copo americano de leite de vaca desnatado
– ½ colher de chá de fermento
Modo de Preparo:
Ralar as espigas de milho e peneirar. Misturar o conteúdo que passou pela peneira com o açúcar, o leite em pó desnatado e o leite de vaca desnatado, gradativamente. Acrescentar a farinha de trigo, misturada ao fermento em pó, e reservar. Bater as claras em neve e juntar a massa às claras. Colocar em forma de 25 cm de diâmetro, untada e polvilhada. Assar em forno médio (180 ºC) por 60 minutos.

 

Arroz doce integral light:
Ingredientes:
– 2 xícaras (chá) de arroz integral
– 1 litro de leite (desnatado)
– 1 unidade de leite de coco light
– 2 colheres (sopa) de coco ralado
– 4 colheres (sopa) de adoçante culinário em pó
– 3 pedaços de canela em pau
– 5 unidades de cravo-da-índia (ou cravinho)
– canela a gosto
Modo de preparo:
Deixe o arroz de molho na água quente por 1 hora. Escorra. Adicione água novamente no arroz, até cobrir, e cozinhe em fogo baixo. Acrescente o leite, o leite de coco, o coco ralado, o adoçante, a canela em pau e o cravo. Cozinhe em fogo baixo, mexendo de vez em quando, até engrossar. Tire do fogo e polvilhe a canela em pó. Sirva morno ou gelado.

 

Doce de abóbora sem açúcar
Ingredientes:
– 150 gramas de abóbora seca em cubinhos
– 1 unidade de canela em pau
– 6 unidades de cravo-da-índia (ou cravinho)
– 2 colheres (sopa) de adoçante xylitol (ou outro adoçante culinário em pó)
– 500 mililitros de Água mineral
Modo de preparo:
Esquente tudo numa panela, menos a abóbora, até ferver. Junte a abóbora e deixe cozinhar até o ponto desejado. Tire o cravo e a canela, deixe esfriar e leve à geladeira.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *