Nota 10

Estudantes do Amapá se encontram no festival cantando marabaixo nas escolas

O FESTIVAL CANTANDO MARABAIXO NAS ESCOLAS já foi premiado nacionalmente com o “Prêmio Cultura Popular Selma do Coco” pelo Ministério da Cultura, em 2018.

Compartilhe:

O Projeto “CANTANDO MARABAIXO NAS ESCOLAS” que irá para sua terceira edição em 2019, irá mobilizar dez escolas da rede pública do Estado. O evento organizado pelo MOVIMENTO NAÇÃO MARABAIXEIRA – MNM, acontecerá no dia 15 de junho, sábado, a partir das 15 horas, na Escola Augusto dos Anjos, no bairro do Laguinho, em Macapá.

Para 2019, o evento que terá entrada franca, vai apresentar o show de Osmar Júnior, Poetas da Afrologia Tucuju, grupos de marabaixo e contará pela primeira vez com a participação das escolas de Laranjal do Jari e Amapá. Além das escolas de Macapá, Porto Grande, Comunidade do Ambé, e da Escola de ensino Militar. São elas;

Escola Veiga Cabral (Amapá), Augusto do Anjos, Escola Risalva Freitas do Amaral (Militar), Instituto Federal do Amapá, Escola Quilombola Professor Joaquim Manoel de Jesus Picanço (Ambé), Escola Irandyr Pontes Nunes (Laranjal do Jari), Edgar Lino da Silva, Escola de Educação Popular Paulo Freire, Escola Maria C.Botelho Rodrigues (Porto Grande) e Escola Dom Pedro I (Mazagão).

Para Carlos Piru, coordenador do evento o festival é uma importante ferramenta para a divulgação do marabaixo nas escolas. “O terceiro Festival Cantando Marabaixo nas Escolas, tem por objetivo difundir a história afro-amapaense e brasileira através do marabaixo junto as escolas de todo o Estado, e a Nação Marabaixeira cumpri com seu papel na divulgação da participação de negras/os na construção da sociedade amapaense sob o holofote do marabaixo. Antes dele ser tombado como patrimônio imaterial do Brasil, em novembro 2018, já fazíamos este evento que serviu como instrumento de estudos para o IPHAN, e hoje, mais do que nunca, faz seu papel de salvaguarda do Marabaixo. Além disso, estamos trazendo as escolas para dentro da manifestação cultural do nosso Estado, que é o marabaixo. Teremos o envolvimento de mais de cem jovens de todas as religiões e de diversas culturas do nosso Estado”. destacou, Carlos.

Segundo Dinho Paciência, membro do MNM, “É importante ressaltar que marabaixo é a voz histórica do povo preto o qual se utiliza dos ladrões de Marabaixo para perpetuar o cotidiano de sua história, história essa omitida nos livros oficiais. O festival empodera os discentes sobre sua ancestralidade e provoca um encontro entre o hoje e o ontem”, finalizou.

O Festival que será palco da competição entre os estudantes, também marcará o lançamento do CD de marabaixo, gravado em Macapá com os próprios alunos das escolas.

O Movimento Nação Marabaixeira, fundado em 2016, é um coletivo cultural, situado em Macapá, formado por cidadãos das mais diversas áreas do conhecimento que tem o objetivo de dá visibilidade, de forma positiva, a história do povo negro no Amapá e sua participação na formação da nossa sociedade nos diversos campos de atuação.

 

Serviço

Festival Cantando Marabaixo nas Escolas
Realização: Movimento Nação Marabaixeira.
Dia 15 de junho de 2019
De 15h às 20h
Local: Escola Augusto dos Anjos – Avenida Elizer Levy de canto com a Marcílio Dias – Laguinho
Entrada Franca

 

ASSCOM/MNM – Cláudio Rogério 99141-8420
Fotos: Acervo da Nação Marabaixeira.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *