Nota 10

Exposição reúne fotos e traz conscientização sobre a amamentação

Ação faz parte da campanha do ‘Agosto Dourado’, mês que incentiva a amamentação.

Compartilhe:

Uma exposição de fotografias que mostram a amamentação como ato de amor foi apresentada pelos profissionais do Banco de Leite Humano (BLH), do Hospital da Mulher Mãe Luzia (BLH), nesta quarta-feira, 15, em um shopping de Macapá. As fotos foram feitas com as mães de bebês que estão internados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) neonatal e Unidade Canguru do HMML, que frequentam o Banco de Leite em busca de informações ou apenas como doadoras.

 

A exposição faz parte da campanha do “Agosto Dourado”, mês que incentiva a amamentação. Este ano o tema é “Aleitamento Materno: A base da vida”.

 

A coordenadora do Banco de Leite, Ana Carla Ferreira, explicou que é importante levar a equipe do BLH até esses espaços para aumentar o alcance das informações sobre a importância da amamentação. “Quando a gente vai até a comunidade eles podem observar e aprender como é a maneira adequada e correta para amamentar. Isso acaba com alguns mitos e medos que as mães possam ter em relação a esse processo”, explicou a coordenadora.

 

Além das orientações, a equipe multidisciplinar do BLH também distribuiu informativos e cadastrou as interessadas em se tornar doadoras de leite. O leite doado é usado para alimentar os recém-nascidos internados na UTI neonatal ou na Unidade Canguru que precisam ganhar peso.

A autônoma Desiree Lima, 32 anos, foi doadora de leite por mais de um ano. Segundo ela, as orientações que recebeu ajudaram no processo de amamentação e a conscientizaram sobre a importância da doação. “Senti necessidade de ser doadora porque vi que muitas crianças precisavam e muitas mães realmente não tinham leite. Acho que a gente tem que fazer a nossa parte”, avaliou.

 

Banco de Leite Humano
Para se tornar uma doadora de leite ou receber orientações sobre amamentação, basta a voluntária ir até o Banco de Leite Humano, que funciona 24 horas, com o cartão de pré-natal e, caso seja necessário, serão refeitos no próprio local os testes rápidos para comprovar a saúde da voluntária.

 

Caso ela seja aprovada, um cadastro será feito e ela receberá orientações sobre a assepsia da mama e os cuidados com o armazenamento do leite. A doadora pode entregar os recipientes com o leite no próprio Banco de Leite ou requisitar que a equipe de captação busque o leite na residência.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *