Nota 10

Fenearte: Amapaenses faturam mais de R$ 75 mil com artesanato em Pernambuco

Valor corresponde a 470 produtos vendidos no período de 3 a 14 de julho, na Feira Nacional de Negócios do Artesanato, em Olinda.

Compartilhe:

Um relatório da Secretaria de Estado do Trabalho e Emprendedorismo (Sete) apontou que, este ano, os seis artesãos amapaenses que participaram da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) venderam R$ 75,1 mil em peças artesanais. O valor é superior a 2018, quando a comercialização alcançou R$ 61,5 mil. A Fenearte ocorreu de 3 a 14 de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

O Amapá levou 13 toneladas de produtos. Foram comercializadas 470 peças de madeira, fibras, sementes, cipós, cerâmica e outras. Os participantes foram os artesãos Eunice Ferreira Rocha, Celso Valadares Sales, Maria de Fátima dos Reis Bríccio, Sandra Maria de Melo Alfaia, Jansen Rafael da Silva e Antônio Augusto Simões Neto. Eles foram selecionados por meio de processo de inscrição e seleção simplificada, realizado pelo Governo do Estado.

Participando pela quarta vez da Fenearte, a artesã Eunice Ferreira da Rocha, 41 anos, levou artesanato feito com fibras naturais bolas, chapéus, entre outros produtos. “Sem o apoio do Estado seria inviável a gente transportar a grande quantidade de peças que levamos”, considerou.

Outra artesã selecionada e que participou da Fenearte foi Sandra Maria de Melo Alfaia. As peças em cerâmica revestidas de minério de manganês que levou chamaram a atenção dos visitantes. “Mais do que vender nosso artesanato, a gente teve a oportunidade de mostrar para o Brasil e ao mundo o que é produzido no Amapá. Estou contente em expor meu trabalho”, avaliou.

A chefe de cozinha de Olinda, Rafaela Melo Farias visitou o estande do Amapá e comprou uma tábua de cortar carne. “Nossa, fiquei encantada com o acabamento e a qualidade do produto. Olhei e de imediato comprei”, elogiou.

As peças dos seis artesãos amapaenses foram transportas até à Fernarte pelo Governo do Estado, por meio da Sete. O estande onde elas ficaram expostas foi cedido pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB).

A 20ª Fenearte conta com investimentos de R$ 5,5 milhões e um total de 5 mil expositores abrigados em 800 estandes. A expectativa é movimentar R$ 43 milhões nos 11 dias do evento, que terá, além da venda de artesanato, oficinas, desfile de moda, mostra de decoração, teatro infantil, ações de cidadania, polos de gastronomia e alimentação artesanal. A Fenearte é considerada a maior feira do segmento da América Latina.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *