Nota 10

Filme do Amapá representa o Norte do Brasil em competição do Facebook e ONG Recode

Vídeo foi produzido por estudantes da Escola do Novo Saber (Tempo Integral) Tiradentes, em Macapá. Próxima etapa da competição será em São Paulo, ainda em julho.

Compartilhe:

O filme “Moradia de risco” foi o vencedor do Festival Regional Cineastas 360° etapa Norte, promovido pelo Facebook e a ONG Recode. O vídeo foi filmado todo em 360 graus e produzido por três estudantes da Escola do Novo Saber (Tempo Integral) Tiradentes, localizada no bairro Santa Rita, em Macapá. O grupo viaja no final de julho para São Paulo onde terá o trabalho apresentado a um grupo de jurados em evento na Estação Hack.

 

Djorkaeff Kalleb Abreu Maciel, Lucas Lino Cavalcante e Rafael da Silva Rodrigues são estudantes do primeiro ano do ensino médio na Escola Tiradentes. O grupo usou uma câmera 360° e um smartphone para filmar o vídeo. Os equipamentos utilizados na produção vieram após a escola ser selecionada para fazer parte do projeto Cineastas 360°, promovido pelo Facebook e a ONG Recode.

 

“O vídeo retrata a realidade da nossa região, onde é comum vermos pessoas de baixa renda procurarem áreas de risco para morar, como as áreas de ressaca, por não terem condições de obter uma casa em uma zona dita segura”, conta o estudante Djorkaeff kalleb Abreu Maciel.

 

O filme foi orientado pelo professor de língua portuguesa Pedro Moura e concorreu com mais outros dois, que tinham como temas “Saúde Mental no Ensino Médio” e “O Filme da Minha Vida”. Agora, a próxima etapa será em São Paulo. O filme vencedor terá o vídeo publicado na página do Facebook.

 

“Iremos dia 24 é voltamos dia 26 de julho. Vamos concorrer com outras regiões, mas estamos muito confiantes, pois nosso vídeo retrata algo peculiar da nossa região. E estamos estudando e nos preparando para demonstrar que o Norte vai com tudo para essa competição”, destacou Lucas Lino Cavalcante.

 

O Cineastas 360° foi desenvolvido a partir de um projeto similar feito pelo Facebook nos Estados Unidos em parceria com a ONG Digital Promise, também envolvendo a tecnologia de realidade virtual. Entre os temas abordados nos vídeos 360° feitos por estudantes norte-americanos estão o bullying, a diversidade e a experiência de ser filho de imigrantes vivendo nos EUA.

 

“Para nós foi motivo de muita alegria ser a única escola do Norte do Brasil a ser contemplada com o projeto, não só pelos equipamentos que recebemos, mas também pelo legado que será deixado para que nossos estudantes possam expor suas ideias utilizando essa tecnologia. Fiquei feliz com o resultado dos vídeos apresentados e estou na torcida pelos nossos estudantes”, destacou o diretor da escola Tiradentes, Ivan Serrão.

 

O projeto é voltado ao empoderamento digital de jovens, além de dar oportunidade de explorar possibilidades de carreira em campos técnicos e criativos. Os estudantes estão motivados a produzirem novos vídeos.

“A experiência do vídeo foi muito legal, pois abriu nossas mentes, instigou nosso senso crítico e trouxe uma maior percepção sobre a nossa realidade. Se houver oportunidade, nós queremos continuar produzindo mais vídeos abordando temas da nossa comunidade”, reforçou o estudante Rafael da Silva Rodrigues.

 

Cineastas 360°
Cinco escolas foram selecionadas pelo projeto. Além de Macapá (AP), as unidades de ensino são de Jacarezinho (PR), Goiânia (GO), Santa Rita do Sapucaí (MG) e Zabelê (PB). Cada uma recebeu um kit doado pelo Facebook com headsets, tripés, smartphones, câmeras 360°, softwares e materiais didáticos. Professores foram capacitados pela ONG para operar os equipamentos e serem orientadores e multiplicadores em suas unidades escolares.

 

Os melhores curtas participarão da edição nacional do Festival, que vai indicar o vencedor. As obras serão publicadas na página do Facebook Brasil.

 

Foto: Ivan Serrão

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *