Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Nota 10

Ifap lança projeto de robótica para escolas públicas estaduais

O projeto Creative Maker faz parte das ações vinculadas ao Programa Institucional de Robótica do Ifap.


O Instituto Federal do Amapá (Ifap) realizará, no próximo dia 27, a live de lançamento do projeto Creative Maker. A programação dará direito à certificação dos participantes e será transmitida a partir das 19h, através do canal da instituição do Youtube, o TvIfap.

Durante o evento virtual, o professor de matemática do Campus Avançado Oiapoque, Hutson Roger Silva, irá conduzir a palestra “Creative Maker: desenvolvendo soluções inteligentes no ambiente escolar”. Nela, ele fará o detalhamento de como o projeto irá funcionar e como acontecerá a composição da equipe e a seleção dos estudantes das escolas da rede pública estadual que serão atendidos pela iniciativa.

A mediação do evento ficará a cargo da professora do Campus Agrícola Porto Grande, Alyne Cristina Sodre, que é membro do projeto Creative Maker e atua também em projetos relacionados à economia e à indústria 4.0.

O projeto desenvolverá suas ações durante 12 meses em seis municípios do estado (Laranjal do Jari, Macapá, Oiapoque, Pedra Branca do Amapari, Porto Grande e Santana) e contará com uma equipe gestora cuja composição será a seguinte: 1 coordenador, 10 extensionistas, 17 colaboradores, 15 monitores técnicos bolsistas, 2 monitores bolsistas de graduação e 4 monitores voluntários de graduação.

O que é o projeto Creative Maker
O projeto Creative Maker faz parte das ações vinculadas ao Programa Institucional de Robótica do Ifap. Ele é uma ação de extensão e de iniciação tecnológica com foco em programação aplicada e uso da robótica para elaboração de soluções de problemas reais do ambiente escolar. O projeto cita, por exemplo, que sua equipe e estudantes participantes terão como uma de suas metas o desenvolvimento de um protótipo de robô recepcionista que deverá ser capaz de conduzir um visitante da instituição até a sala que o mesmo deseje chegar.

Como o projeto irá funcionar
O projeto se propõe a atender o público de escolas da rede pública estadual que ofertam os anos finais do ensino fundamental (8º e no 9º anos). As primeiras ações a serem desenvolvidas pelo projeto irão se concentrar no treinamento da equipe e estudantes para ambientá-los no universo da robótica.

Esse treinamento contará com uma plataforma voltada especificamente para esse tipo de formação. Trata-se da Tinker Cad, que permite a montagem virtual de protótipos de robôs simulando o mundo físico. Após essa etapa, os participantes do projeto passarão para o desenvolvimento presencial dos protótipos a serem programados para desenvolver tarefas rotineiras características dos ambientes escolares.


Comente