Nota 10

Inscrições para Olimpíada Brasileira de Robótica iniciam nesta quinta, 1

Governo do Estado é parceiro local da OBR, que ocorrerá de forma virtual. Professores têm até o dia 19 de maio para realizar a inscrição dos alunos e equipes que pretendem competir no evento.

Compartilhe:
Foto: Rafael Aleixo

Iniciam nesta quinta, 1, e seguem até o dia 19 de maio as inscrições para o maior evento de robótica do país, a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). A competição tem o objetivo de estimular jovens às carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem.

Todos os anos, dezenas de estudantes amapaenses participam da competição, sendo alguns medalhistas e chegando às etapas finais. A Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec) é parceira do evento e vem apoiando os estudantes com disponibilização de espaço com internet e com orientações sobre as diversas etapas.

Podem participar estudantes do Ensino Fundamental, Médio ou Técnico que complete no máximo 19 anos em 2021. Não é necessário participar da Modalidade Teórica para poder participar da Modalidade Prática.

Desde a última edição, o evento ocorre totalmente de forma virtual por conta da pandemia. A OBR é dividida nas modalidades prática e teórica, oportunizando a troca de conhecimento, como explica o secretário de Ciência e Tecnologia, Rafael Pontes, que também é coordenador local do evento.

“A OBR é um importante instrumento de conexão entre grupos que estudam e que fazem da robótica um caminho para o processo de construção do conhecimento na ciência, tecnologia e inovação. Além de promover de forma lúdica a conexão entre o saber científico e a prática através da competição e da troca de experiência entre os aprendizes e os mais experientes”, explica o secretário e coordenador local do evento.

Um professor ou tutor é responsável pela inscrição dos estudantes, atribuição da modalidade e configuração das informações da equipe. O professor/tutor da equipe deve ser vinculado a uma escola ou ONG com fins educacionais. A instituição da equipe será a mesma do professor/tutor que cadastrar a equipe.

A Olimpíada define os representantes brasileiros da RoboCup, evento mundial de robótica, programado para acontecer em junho de 2021. Mais informações sobre a OBR podem ser acessadas em: www.obr.org.br.

Como funciona

  • Modalidade Prática: é dividida em 3 níveis e conta com as etapas regionais e estaduais que classificam as equipes de estudantes para a final nacional. Nessa, através de um simulador virtual, o robô do participante deve ser ágil para superar terrenos irregulares, transpor caminhos desconhecidos, desviar de escombros e subir montanhas para conseguir salvar as vítimas desse desastre, transportando-as para uma região segura onde os humanos já poderão assumir os cuidados.
  • Modalidade Teórica: é composta por uma prova escrita, será realizada por professores/tutores regionais. O teste é preparado por uma comissão de professores e pesquisadores da OBR em uma única fase para o Ensino Fundamental (Níveis 0-4) e em duas fases para o Ensino Médio e Técnico (Nível 5).

Sobre a OBR

A OBR é uma das olimpíadas científicas brasileiras apoiadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que possui duas modalidades que procuram adequar-se tanto ao público que nunca viu robótica quanto ao público de escolas que já têm contato com a robótica educacional.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *